Biossegurança: FOHB lança protocolo para meios de hospedagem

Documento tem base em informações oficiais e está disponível para consulta no site da entidade ou por meio de um QRCode que pode ser afixado nas dependências dos hotéis

FOHB - InFOHB
Orlando de Souza, presidente-executivo do FOHB

Biossegurança é palavra de ordem para adequar os negócios e reconquistar a confiança co consumidor em tempos de covid-19. Para cumprir essa premissa, o Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil (FOHB) desenvolveu um protocolo com base nas informações oficiais da Organização Mundial da Saúde (OMS), Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e Ministério da Saúde. O objetivo é reunir e organizar as principais recomendações, procedimentos e métodos para auxiliar o setor de meios de hospedagem na retomada.
 
O protocolo reúne informações sobre o novo coronavírus SARS-CoV-2, formas de transmissão e sintomas, além de abordar as ações essenciais, previstas para todos os tipos de empreendimentos – como higienização das mãos, distância e comunicação com os clientes. Procedimentos específicos para meios de hospedagem também estão especificados, com orientações que vão do check-in ao check-out e passam por sanitização dos ambientes pela governança, regras para restaurantes e bares, espaços de eventos e lazer, áreas voltadas a lazer e bem-estar. Por fim, o documento destaca as tecnologias existentes e que são adequadas para o uso.
 
O estudo iniciou-se com o apoio da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), Brazilian Luxury Travel Association (BLTA) e Resorts Brasil, juntamente com o Senac São Paulo e Associação Mundial de Turismo de Saúde e Bem-estar (AMTSBE), e teve orientação de Marcelo Boeger, consultor especialista em hospitalidade no meio hospitalar. O trabalho foi revisado pela equipe técnica da marQ Consultoria, que trabalha com gestão de processos e envolveu seus especialistas em processos hoteleiros, hotelaria hospitalar, facilities, medicina e direito.

biossegurança

Orlando de Souza, presidente-executivo do FOHB, destaca que as atualizações deste documento serão chanceladas pelo Instituto de Medicina Tropical da Faculdade de Medicina da USP, equipe responsável pelo primeiro sequenciamento genético da covid-19 no Brasil. “Tivemos o cuidado de selecionar os melhores profissionais para trazer as informações verídicas dos órgãos oficiais”, defende Souza.

O material estará disponível no site do FOHB pelo link www.fohb.com.br/protocolos ou por meio de QR Code. O código pode ser afixado nas dependências do hotel para consulta rápida de colaboradores e hóspedes em relação às medidas de biossegurança.

Deixe uma resposta