Boeing adia estreia do 777-9 para 2025

O Boeing 777-9 integra a série de aeronaves 777X e, originalmente, entraria para a operação em 2019. A "estreia" para o mercado foi em 2021, no Dubai Airshow

Boeing
(Foto: Divulgação/Boeing)

A Boeing informou, nesta semana, a interrupção da produção do modelo 777-9, da família 777X, bem como o atraso do lançamento. A estreia, remarcada para 2025, é outro balde de água fria relacionada a aeronave, que deveria estar em serviço desde 2019.

Mesmo sendo apresentado ao setor durante o Dubai Airshow 2021, o 777-9 não deve ser visto nos céus, no mínimo, pelos próximos três. Em comunicado aos funcionários, Dave Calhou, CEO da Boeing, pontuou sobre o adiamento do lançamento como uma “revisão”.

“A data revisada para 2025 foi baseada em avaliações atualizadas do tempo necessário para atender aos requisitos de certificação. Além disso, a pausa na produção permitiria minimizar o estoque e o número de aeronaves que requerem mudanças”, afirmou.

No primeiro trimestre deste ano, a montadora norte-americana, baseada em Chicago, registrou US$ 1,2 bilhão em prejuízo líquido.

Boeing: pendência

Entre os clientes que encomendaram este modelo, estão incluídos:

  • Emirates
  • Qatar Airways
  • Etihad
  • Cathay Pacific
  • Singapore Airlines
  • British Airways
  • Lufthansa

A companhia aérea alemã, por exemplo, planejava m novo assento na classe executiva já em 2017, que deveria estrear no 777-9 a partir de 2020.

“Continuamos confiantes no programa 777 e nossos clientes continuam a ver o valor em seus benefícios econômicos e de sustentabilidade atraentes”, finaliza Calhoun.


Leia também: Boeing entrega 340 aeronaves em 2021; 737 é o favorito

Deixe uma resposta