Bolsonaro pediu demissão de Teté Bezerra devido a jantar de R$ 290 mil

O presidente Bolsonaro revelou detalhes do desligamento de presidente da Embratur durante live

0
O presidente Jair Bolsonaro pediu a demissão de Teté Bezerra antes da mesma pedir o desligamento (Foto: Rogério Melo/PR)
O presidente Jair Bolsonaro (Foto: Rogério Melo/PR)

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, havia pedido a demissão de Teté Bezerra, na quarta-feira (27). O motivo teria sido um jantar avaliado em R$ 290 mil que seria promovido pela então presidente da Embratur, a qual Bolsonaro chamou de “deboche” pelo valor.

Assim, o presidente Bolsonaro, durante live via Facebook na noite desta quinta-feira (28), afirmou ainda que, ao tomar conhecimento do evento de quase R$ 300 mil, ligou para o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antonio, pedindo a exoneração de Teté.

“Chegou ao meu conhecimento que na semana que vem, a Embratur e sua presidente, estariam patrocinando um jantar. Preço do jantar: R$ 290 mil. Você ia pagar a conta”, afirmou o presidente.

Entramos em contato com o ministro do Turismo, falei para ele simplesmente cancelar o jantar e também, tendo em vista o tamanho do descalabro aqui, que cancelasse também a função da responsável pela Embratur


LEIA MAIS

+ Goiás receberá aporte do Sebrae, Embratur e Ministério do Turismo

+ Embratur discute pautas que tramitem o setor com Comissão de Turismo

+ Embratur destaca bons resultados durante a ITB Berlim 2019

As declarações do presidente durante a live vieram na noite do mesmo dia em que Teté Bezerra divulgou uma carta ao MTur pedindo demissão do cargo que herdou de Vinicius Lummertz, que assumiu a Pasta do Turismo, em maio de 2018.

Veja na íntegra (a partir de 11:55):


Leia Também:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here