Brasil sediou mais de 3,8 mil feiras de turismo em 2021

Maioria das feiras foram realizadas na região Sudeste do país. Ao todo, 397 cidades tiveram ao menos um evento

feiras
Fene arte foi realizada no ano passado, em Recife. (Crédito: Roberto Castro/MTur)

Brasil recebeu 3.865 mil feiras e eventos de 37 segmentos da economia. É o que aponta um levantamento realizado e divulgado recentemente pelo portal Feiras do Brasil. Ao todo, 397 cidades sediaram estes encontros que movimentaram o turismo de negócios em território nacional. Os destaques foram para a cidade de São Paulo, que recebeu quase metade deste total (1.541 mil), seguida por Rio de Janeiro, com 260; Brasília, com 148 e Belo Horizonte, com 117 feiras e eventos.

Gilson Machado Neto, ministro do Turismo, pontuou que o turismo de negócios é de suma importância para toda a recuperação do setor. “Temos neste tipo de turismo um dos segmentos que mais movimentam a economia dos municípios brasileiros. O avanço da vacinação no país, aliado à adoção de protocolos sanitários contra a covid-19 e a utilização de ferramentas tecnológicas que possibilitaram, em alguns casos, formatos híbridos, conseguimos retomar este importante segmento para o turismo e para a economia do nosso país” destacou.

De acordo com o portal, os segmentos Agropecuários, Comercial e Industrial e o de Saúde (Tecnologia, Equipamentos e Pesquisa) foram os que mais motivaram eventos no ano passado. Ainda no topo da lista, as feiras de gestão empresarial e de recursos humanos e de Empreendedorismo, Negócios e Franquias também se sobressaíram no quantitativo final.

Para a Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas (Abracorp), as viagens corporativas movimentavam, em novembro de 2021, 70% do faturamento pré-pandemia. Ainda segundo a agência, o segmento havia faturado R$ 453,4 milhões, um aumento de 96% em relação ao mesmo período do ano passado e de 16%, quando comparado ao mês de agosto. De acordo com a Abracorp, “a vacinação contra a covid-19, a ampliação da oferta de voos e, principalmente a confiança do viajante foram fatores decisivos para alcançar o resultado”.

Deixe uma resposta