Brasil e St. Maarten assinam acordo de céus abertos; confira

Com a assinatura do acordo de céus abertos, a expectativa é que aumente o fluxo de visitantes do Brasil para St. Maarten

0
O Embaixador dos Países Baixos, Kees van Rij, observa enquanto o Ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e o Ministro de Turismo de St. Maarten, Stuart Johnson, assinam o acordo
O Embaixador dos Países Baixos, Kees van Rij, observa enquanto o Ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e o Ministro de Turismo de St. Maarten, Stuart Johnson, assinam o acordo

Brasil e St. Maarten estarão mais conectados em breve. Os dois países assinaram um acordo de céus abertos, nesta segunda (8), em Brasília (DF), que prevê a ampliação das rotas que ligam o mercado brasileiro ao Caribe, permitindo ainda que operadoras façam contratos de codeshare, interline e leasing.

Com a assinatura do acordo de céus abertos, a expectativa é que aumente o fluxo de visitantes do Brasil para St. Maarten. Segundo pesquisas do turismo da ilha, os sul-americanos são os que mais gastam durante viagem ao destino.

O Embaixador dos Países Baixos no Brasil, Kees van Rij, o Ministro de Turismo, Assuntos Econômicos, Transportes e Telecomunicações de St. Maarten, Stuart Johnson, e o Ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, assinaram o acordo deve fazer com que haja uma retomada de voos diretos entre os dois mercados.


LEIA MAIS

+ Anguilla, St. Maarten e St. Martin retomam ação com a Copa e anunciam reaberturas
+ St. Maarten: praia, aventuras e compras no Caribe
+ Acordo de Céus Abertos entre Brasil e EUA é sancionado por Temer

Após a formalização do acordo em Brasília, a delegação de St. Maarten seguirá para a Cidade do Panamá, para reuniões com a diretoria da Copa Airlines, dando andamento às ações de promoção turística da ilha.

“A ênfase no Brasil, com o trabalho que já vêm sendo feito ao longo dos anos, e agora com a assinatura do acordo, certamente criará muitas novas oportunidades para a economia de St. Maarten”, afirmou Stuart Johnson, Ministro de Turismo de St. Maarten.

“O mercado brasileiro nos permitirá estender a temporada de turismo para os meses de baixa temporada, quando visitantes de outras nacionalidades, como os americanos, por exemplo, tendem a passar férias na Europa”, disse Johnson.


Leia Também:

Demanda de voos domésticos da Gol cresce 6,5% em junho
Lufthansa incentiva startups de viagens a criarem soluções; confira
Em Comitê de Negócios, Latam promove debate sobre pautas do trimestre

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here