Braztoa e TAP convidam operadores para edição de 2014 da BTL

Por: Priscila Ferraz

LISBOA – A Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa) realiza, em Portugal, o 3o Encontro Estratégico com Mercados, durante a edição deste ano da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL). A ação, que acontece pela terceira vez, foi desenvolvida em parceria com a TAP e contou com um jantar de abertura realizado hoje, dia 11, no hotel Vila Galé Paço de Arcos.

 

Na ocasião estavam presentes o presidente da Braztoa, Marco Ferraz, e, representando a TAP, o vice-presidente, Luiz Mór, o gerente regional de vendas, Paulo Henrique S. Cunha, e o diretor geral da América do Sul, Mário Carvalho. Representantes de diversas operadoras também viajam a convite da parceria. Entre as 25 reunidas no evento, que acontece entre os dias 11 e 15 deste mês, estão Schultz, MGM, Bancorbrás, CVC, RCA e Lufthansa City Center.

 

Ferraz comemorou a terceira edição do Encontro e contou ao Brasilturis Jornal as mudanças que já ocorreram desde a primeira vez. “Desde o começo queríamos conhecer Portugal de uma maneira diferente, porque o destino estava sendo vendido no Brasil do mesmo jeito que era vendido há 30 anos – com Lisboa, Fátima e um roteiro que fosse até o porto. A partir de nossa vinda, pudemos conhecer novos hotéis e roteiros, descobrimos a gastronomia, o turismo de aventura e conseguimos colocar na prateleira dos operadores esse tipo de produto diferenciado que o brasileiro não conhecia”, disse.

 

Sobre o relacionamento mais estreito com a TAP, o presidente da Associação garantiu que foi primordial para obter bons resultados. “A companhia abriu suas portas de Portugal para falarmos com o turismo do destino, que é o órgão que tem que fazer a promoção fora do país. E desde então viemos trabalhando essa aproximação com o turismo de Portugal, sempre pensando em melhorar algumas carências em nosso País, como treinamento, promoção, marketing e propaganda. Viemos para saber o que está acontecendo de novo e para conversar com os responsáveis por cada região para saber como podemos fazer uma cooperação de investimento de marketing no Brasil”, afirmou. Apesar de o começo da feira só se dar amanhã, dia 11, Ferraz já pensa nas próximas edições. Os planos, conforme o executivo antecipou, incluem roteiros em Portugal e em mais algum país da Europa, para usar as ligações que a TAP possui. “Desejamos criar um produto que seja para a Europa, mas com uma parada em Portugal, seja na ida ou na volta”, contou.

 

As novidades da TAP

 

A TAP realiza, durante a BTL, dois projetos paralelos. Além de trazer um grupo de operadores do Brasil em parceria com a Braztoa, a companhia também traz um grupo de empresas – neste ano serão empresas de congressos e incentivos. “O grupo que trazemos junto à Braztoa, por se tratar basicamente do segmento de lazer, trazemos com a intenção de mostrar Portugal de outra forma, que nem sempre o brasileiro conhece. Portugal tem um alto nível de serviços a preços muito mais convidativos do que outros lugares da Europa, além de estar muito bem preparado para fazer grandes eventos. Esse é o nosso principal objetivo, e tem dado certo, já que repetimos pelo terceiro ano consecutivo”, apontou Cunha.

 

A companhia, que embarca, em média, mais de 1 milhão de brasileiros anualmente, pretende estimular os passageiros que voam sem ter como destino final Portugal. “Queremos que, quem voa TAP, conheça o destino cada vez mais, embora Portugal, como destino final, é um dos que mais tem crescido em termos de números de passageiros que saem do Brasil”, considerou.

 

A grande novidade para este ano é o lançamento de 11 novos destinos, sendo dois deles no Brasil (Manaus e Belém). “Estamos iniciando uma etapa nova, com um projeto de expansão para a América do Sul que inclui voos para a Colômbia e Panamá, e mais seis destinos na Europa – que serão lançados a partir do meio de 2014. É importante dizer que, desde 2011, a TAP não faz um investimento desse tamanho em um só ano, em termos de destino, de rede. Falando em ampliação, é um passo muito grande esse que estamos dando”, disse. O executivo não divulgou o valor do investimento feito na ampliação, mas garantiu que a receita da companhia superou US$ 2 bilhões em 2013.

 

Ampliação de frota

 

Neste ano a companhia receberá seis novos aviões. Já foram encomendadasnovas aeronaves Airbus 350, num plano que vai de 2017 a 2020. Os novos aviões substituirão os Airbus 340 que operam, basicamente, na rota Brasil – Angola. “É um projeto de médio a longo prazo. Também receberemos mais aeronaves neste ano: Airbus 330, 319 e 320 para fazer as rotas dentro da Europa”, contou o gerente de vendas.

 

Além disso, há um movimento para aprimorar o nível de serviços oferecidos. “Nesse cenário de competição tão duro que as companhias vêm enfrentando, a TAP vai se destacar, assim como já tem feito nos últimos anos, com a diferenciação de serviços. Queremos oferecer sempre algo a mais para o cliente que decide voar TAP. Mas esse projeto inclui uma série de ações que não são divulgadas nem internamente e ainda estão sendo desenhadas para que, ao longo do ano, tenhamos um pacote de serviços que possa ser incorporado à nossa gama de produtos”, finalizou.

 

 

Priscila Ferraz de Mello

Priscila Ferraz de Mello
Priscila Ferraz de Mello
Priscila Ferraz de Mello
Priscila Ferraz de Mello
Priscila Ferraz de Mello
Priscila Ferraz de Mello

Curtir isso:

Deixe uma resposta