Brite 2012 recebeu mais de 60 mil visitantes

Por: Camila Oliveira

 

Realizado no Píer Mauá entre os dias 28 e 30 de setembro, o Salão de Turismo do Rio de Janeiro – Brite 2012(Brazil International Tourism Exchange) reuniu, nos três dias de evento, 62 mil visitantes, 150 expositores das cinco regiões brasileiras e 200 operadores de 29 países. O objetivo da feira era promover o turismo no Brasil, propor ações específicas para atender ao mercado receptivo internacional, fortalecer os destinos nacionais e elevar em 20% o número de visitantes no País a partir de 2013, dois anos antes da Copa do Mundo.

 

No total, foram realizados 2,9 mil encontros entre profissionais do setor que tiveram a oportunidade de negociar os produtos turísticos brasileiros junto aos representantes estrangeiros. E cerca de 2,2 mil profissionais participaram de palestras, seminários e oficinas. O Encontro Internacional de Hotelaria, que contou com a palestra do concierge internacional Maurice Dancer, reuniu 300 hoteleiros. De acordo com a organização, o evento deve gerar R$ 800 milhões em volume de negócios.

 

Com o tema “Cores e Sabores do Brasil”, o Salão apresentou aos visitantes os melhores destinos turísticos do País e as mais diversas opções de produtos e roteiros regionais, reunindo o que o Brasil tem de melhor através de 55 Secretarias estaduais e municipais. O público teve a oportunidade de conferir de perto a cultura, gastronomia, artesanato, moda e as principais festas folclóricas do Brasil.

 

Representantes de diferentes regiões do Brasil e do estado do Rio de Janeiro tiveram a oportunidade de expor e comercializar os seus produtos. No estande do Riosolidario – Obra Social do Rio de Janeiro, em parceria com a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços, que desenvolve o Programa de Artesanato do Estado do Rio de Janeiro, foi destacada a cultura e a arte fluminenses, reunindo trabalhos de artesãos de todas as regiões do estado, desde pinturas em tecido, bordados até roupas e acessórios.

 

O vice-presidente da Associação Comercial do Novo Alemão e Penha (Acenape), Cléber Pacheco considerou a participação no evento uma grande oportunidade para mostrar as potencialidades de roteiros turísticos no Complexo do Alemão. “Durante o evento, fechamos dezenas de tours e ainda tivemos a oportunidade de receber lá no Alemão, no sábado, os jornalistas internacionais e buyers que vieram ao Rio para o Brite”, completou.

 

Sobre a visita dos estrangeiros ao Morro do Alemão, o secretário Estadual de Turismo, Ronald Azaro destacou que é preciso promover espaços como esse, para oferecer uma nova imagem do Rio, que vá além do futebol, do samba e do carnaval. “Temos que procurar outros nichos de público e explorar o turismo de aventura, o ecoturismo e o turismo cultural”, disse. O profissional enfatizou que o Rio de Janeiro passa por um momento fabuloso e que é preciso fortalecer essa imagem.

 

O diretor executivo do Brite e coordenador da área internacional, Carlos Muzzio, também reforçou a importância de se mudar a percepção do turista estrangeiro em relação ao Rio e ao Brasil. “O Brasil é muito mais do que o carnaval, a praia e a mulher bonita. Para essa mudança acontecer, a estratégia é utilizar matérias-primas que não são muito exploradas no exterior, como, por exemplo, o lado histórico e o fato de o Rio ter a única cidade imperial das Américas”.

 

O Salão de Turismo – Brite 2012 foi uma realização da Escala Eventos, em parceria com a Secretaria de Turismo do Estado do Rio de Janeiro, e patrocínio do Ministério do Turismo, Embratur,  Prefeitura do Rio de Janeiro e Sebrae-RJ.

 

CO

Deixe uma resposta