Canadá é 1º do mundo em ranking de qualidade de vida e aumenta procura de brasileiros pelo país 

Pelo segundo ano consecutivo, o Canadá é considerado o melhor país do mundo no quesito qualidade de vida. É o que diz o estudo que acaba de ser divulgado pelo U.S News em parceria com Y&R’s BAV e Wharton, que analisou 80 nações e levou em consideração a opinião de mais de 21 mil pessoas no mundo todo. No ranking geral, o país norte-americano figura em segundo lugar, ficando atrás apenas da Suíça.

Entre os brasileiros, o interesse no Canadá também está aumentando. Em 2015 (último dado divulgado pelo Governo Canadense), foram 105 mil solicitações de residências temporárias, das quais mais de 90% foram aprovadas. O número pode ter sido ainda maior em 2016, já que na comparação dos três primeiros trimestres deste ano com o anterior, o interesse aumentou em 10%. Além disso, no final do ano passado, o primeiro-ministro Justin Trudeau anunciou que o país receberia 300 mil imigrantes no próximo ano.

A CEO da Immi Canada, empresa especializada em consultoria de vistos para o país, lembra que a facilidade que o Canadá oferece em relação a imigração é um grande atrativo diversas nacionalidades, inclusive para os brasileiros: “Tem mais chances quem decide vir se especializar e entra com um processo para imigrar”. Celina gosta de lembrar que cada caso é analisado separadamente e, por isso, deve-se tomar bastante cuidado na hora de fazer a aplicação. “Temos percebido um aumento no número de brasileiros que estão nos Estados Unidos e estão preocupados com as políticas migratórias de Trump. O Canadá, além de ser mais em conta financeiramente, está mais receptivo aos imigrantes”.

O Canadá está sempre em alta: seja por sua constante presença em rankings internacionais, por práticas amigáveis do governo no que diz respeito à imigração ou pela alta popularidade do primeiro ministro Justin Trudeau.

De acordo com Francisco Zarro, diretor educacional da 3RA Intercâmbio, empresa especializada em Canadá, “nos últimos anos identificamos um significativo crescimento na demanda de pessoas que querem buscar novas experiências no Canadá. Só em 2016 crescemos 15% em relação ao ano anterior”. O crescimento rendeu a abertura de mais três unidades, sendo duas no Brasil, Campinas e Curitiba, e uma em Toronto, além das quatro existentes em Vancouver, Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte.

Equipe da Redação

Deixe uma resposta