Cangooroo lança novo canal de produtos hoteleiros

Por: Camila Oliveira

A distribuição hoteleira ganha um aliado de peso: o Cangooroo Chanel Management (CCM), que vai permitir maior agilidade e precisão na tomada de preço dos hotéis que aderirem o sistema. “O segmento de hotéis hoje se encontra engessado, viabilizando vendas através de poucos canais, limitado em sua capilaridade e rentabilidade, devido aos altos custos de distribuição. Isso decorre do intensivo trabalho hoje realizado manualmente, o que dificulta atingir os objetivos de maximizar a ocupação e a diária média”, considera o diretor Comercial da T4W, Thiago Campos.

 

A mesma empresa que, há mais de três anos, desenvolveu a plataforma de reservas on-line Cangooroo, com exclusividade para empresas de turismo – entre operadoras, agências de viagens e OTAs – On-Line Travel Agencies, hoje representam respectivamente 70%, 20% e 10% do portfólio de clientes.

 

O CCM surge exatamente para difundir ainda mais a oferta dos hotéis, atualmente às voltas com a baixa produtividade na distribuição e com demanda concentrada em poucos clientes. Uma combinação desfavorável de fatores, segundo Campos, que muitas vezes obriga o hoteleiro a ceder na negociação para evitar a baixa ocupação.  “A ferramenta, que permite ao hotel vender mais e com melhores condições, reflete a transformação que o mundo está passando e com ressonância sobre as relações de negócios do setor no Brasil, já que ela não é um fato novo no exterior”, assinala o diretor.

 

Ganha ganha

 

Otimização de custo de distribuição, tempo e processos do hotel são os benefícios proporcionados ao hoteleiro no momento em que ele adere ao CCM. Seja em relação ao cliente de lazer ou corporativo, o hotel ganha em pulverização do produto. Na outra ponta, também ganham as operadoras, agências e OTAs, que saem do anonimato e passam a ter um relacionamento direto com o hotel, o que garantirá melhores preços e atendimento.

 

Durante o ano de 2012, transitaram pelo motor Cangooroo, apenas em reservas de hotel, o montante de R$ 245,8 milhões, um aumento de 91% em relação ao exercício anterior. “A expectativa é continuar crescendo em volume de transações, mas também permitir aos nossos clientes vender com margens melhores”, acrescenta o diretor de Tecnologia da T4W, Werner Heilbrun.

 

E a internacionalização do sistema é outro ganho que o CCM carrega em seu registro de nascimento no mercado. Segundo Thiago Campos, a plataforma já atende hotéis do exterior – especialmente da Europa, Estados Unidos, América do Sul e Caribe.

 

CO

Deixe uma resposta