Caribe mantém índices da hotelaria em 2018 apesar do furacão Irma

St. Maarten, um dos destinos do Caribe
St. Maarten, um dos destinos do Caribe

O Caribe sofreu com a passagem do furacão Irma em 2017. Porém, a hotelaria local ficou estável em 2018. Segundo o STR, a ocupação geral dos destinos caribenhos ficou em 65,2%, caindo apenas 1,1%. Entretanto, a diária média subiu 1,7% e a renda média 0,6%.

Em valores absolutos, março foi o melhor mês da hotelaria do Caribe. Assim, o mês registrou ocupação de 74%, com renda média de US$ 190,78 por quarto e diária média de US$ 262,97.

Entretanto, o pior mês foi setembro. Assim, no período, a ocupação ficou em 48,9%, com diária média de US$ 153,60 e renda média de US$ 75,08.

“Os mercados afetados pelo Irma em 2017 estão se recuperando muito mais rapidamente do que já observamos em furacões passados, como o Katrina e o Harvey”, afirmou Rico Louw, gerente de contas do STR.

“Os investimentos na região estão fortes. Atualmente, cerca de 100 hospedagens estão no pipelipe que deverão incrementar a oferta em 22 mil quartos nos próximos três a cinco anos”, destacou o executivo.

Leia mais sobre Hotelaria.

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta