Carlyle adquire 49% da Mandarin Hotels

Por: Antonio Euryco

O  fundo de investimentos Carlyle comprou 49% da Mandarin Oriental Hotel Holdings, uma das principais redes da hotelaria de luxo no continente asiático, Europa e Estados Unidos. O negócio foi concretizado por um valor não revelado, mas o grupo americano passou  a ser o maior acionista  da rede hoteleira..

 

As negociações foram  feitas  pelo fundo Carlyle Asia Partners III LP.  O grupo financeiro norte-americano realiza assim mais um investimento de porte no setor turístico internacional. Na Espanha, é o dono da Globalia e no Brasil é o principal acionista da CVC Viagens.

 

O Mandarin Hotel, opera 25 hotéis na China com as marcas Crystal Orange Hotel e Orange Hotel,  e os recursos – fala-se em US$ 76 milhões – deverão ser aplicados na abertura de mais hotéis no país e em  ações gerais de  promoção e marketing.

 

Atualmente, os hotéis Mandarin tem maioria em Hong Kong (são 3, o Landmark, Oriental e Excelsior), em Chiang Mai, Bangkok, Jakarta, Kuala Lumpur, Macau (2, o Oriental e Grand Lapa), em Manilha, Cingapura e Tóquio.  Na Europa as localidades são Barcelona, Genebra, Londres, paris, Praga e Munich.  E nas Américas, nas Bermudas, em Boston, Lãs Vegas, Miami, Nova York, São Francisco e Washington DC.

 

Em outro negócio hoteleiro também concretizado hoje, o Carlyle confirmou a venda do prestigioso Hotel de La Salle, situado no coração do Faubourg Saint-Germain, nos arredores de Paris, a um empresário e colecionador francês, sem revelar o nome do novo proprietário.

 

AE

Deixe uma resposta