Chile anuncia protocolos para reabertura do turismo pós covid-19

As medidas buscam preparar a indústria do turismo para enfrentar a reativação do setor, assim que o pico de contágio estiver passado

chile
Mónica Zalaquett, subsecretaria de Turismo no Chile. Foto: reprodução

Na última segunda-feira (22), o Ministério da Economia, Desenvolvimento e Turismo, juntamente com a Subsecretaria de Turismo e o Sernatur do Chile anunciaram os novos protocolos sanitários e práticas que empreendimentos turísticos deverão adotar para retomar as atividades pós-pandemia.

“Recuperar a confiança dos turistas será essencial para o futuro renascimento do setor. A segurança e saúde dos viajantes se tornará um elemento muito importante na competitividade dos destinos; portanto, a implementação desses protocolos e guias de recomendação, que foram trabalhados em conjunto com a indústria, é vital para enfrentar a etapa de reativação. que esperamos implementar assim que a autoridade de saúde autorizar”, afirma Mónica Zalaquett, subsecretária de Turismo.

As diretrizes fazem parte do Plano Nacional de Turismo anunciado pelo Ministério da Economia, Desenvolvimento e Turismo que foca na reativação gradual do Turismo, apoio financeiro às PMEs do setor e um plano nacional de promoção turística.

O protocolo para estabelecimentos de hospedagem turística inclui recomendações sobre a disponibilidade de materiais de higiene, processos de limpeza e higienização, medidas de distanciamento físico, eliminação do serviço de buffet e um guia sobre isolamento de possíveis casos positivos de Covid-19 em viajantes ou funcionários.

Lucas Palacios, Ministro da Economia, Desenvolvimento e Turismo, explicou que “esses são requisitos sanitários necessários para a operação de hotéis, pousadas e restaurantes. As pequenas e médias empresas do setor comecem a implementar essas medidas e a se preparar para os meses de reativação do Turismo, que virão quando a crise da saúde estiver controlada”.

O objetivo do documento é proteger a saúde tanto de trabalhadores quanto dos turistas.

As autoridades de turismo destacaram que, em um segundo estágio, serão disponibilizadas recomendações para segmentos mais específicos de Turismo, como centros de esqui, eventos corporativos, agências de viagens e operadores turísticos, guias de turismo, turismo de aventura, turismo rural, vinícolas, e áreas de proteção ambiental abertas para o Turismo.

“Os protocolos são um recurso que países do mundo estão aplicando como uma ferramenta indispensável para gerar as condições ideais para reativação da atividade turística no médio prazo. Iremos promovê-los em todas as regiões, continuando o trabalho colaborativo com os players do Turismo”, pontua Andrea Wolleter, diretora nacional da Sernatur.


Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui