Colômbia e Braztoa articulam extinção de imposto de 6%; entenda

Desde 2015, após pressão do trade junto a Braztoa, o Governo havia reduzido a alíquota do imposto, que incide sobre remessas de valores ao exterior, incluindo a Colômbia

0
Nicolás Casasfranco, diretor da Procolombia, e Darío Montoya, embaixador da Colômbia no Brasil
Nicolás Casasfranco, diretor da Procolombia, e Darío Montoya, embaixador da Colômbia no Brasil

A Colômbia quer o fim do Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) que incide em pacotes de viagens. Empresários de empresas colombianas, Darío Montoya, embaixador do país, e representantes da Procolombia estiveram reunidos com a Braztoa, nesta terça-feira (3), para pleitearem a extinção do tributo ao Governo Federal para remessas no País.

Desde 2015, após pressão do trade junto a Braztoa, o Governo havia reduzido a alíquota do imposto, que incide sobre remessas de valores ao exterior (incluindo a Colômbia), de 25% para 6%. Contudo, a redução é temporária e 31 de dezembro deste ano é a data limite.

Nicolás Casasfranco, diretor da Procolombia, destacou que o imposto não incide para países que tem acordos bilaterais com o Brasil, o que os coloca em posição de vantagem pois o valor extra cobrado incide sobre os pacotes de viagens, deixando-os mais caros.


LEIA MAISAbav-SP promove capacitação sobre Peru e Colômbia em São PauloMeliá abre novo resort de luxo Colômbia; conheça
+ Procolombia apresenta novo diretor e visa manter fluxo de brasileiros

“A Braztoa irá liderar a iniciativa e será algo importante para mantermos o relacionamento entre as operadoras colombianas e brasileiras. temos um turismo qu está em crescente há anos e não podemos deixar os índices caírem pelo retorno do imposto para 25%”, destacou.

Já Darío Montoya, o embaixador da Colômbia no Brasil, mostrou otimismo ao comentar as relações dos governos brasileiro e colombiano, e aposta que o pleito, ao menos, faça com que o valor de 6% seja mantido para até deste ano.

“Como disse ao presidente Bolsonaro ao entregar minhas cartas de credenciais, dividimos as mesmas ideias e visões para o futuro. Hoje temos dois governos que podem trabalhar juntos em prol do turismo”, destacou.


Leia Também:
Aruba anuncia vencedora da campanha #HeSaidYes; veja
Festas juninas aumentam demanda de viagens ao Nordeste em 30%
IDB promove presstrip em Bonito (MS) e fomenta destino

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here