Como aplicar R$1,8 milhão e receber R$ 403 milhões?

0

Não é nenhuma mágica, mas fazer o básico do básico: garantir segurança, infraestrutura e oportunidades a seus cidadãos. Não sou expert em Economia, mas faço parte do Turismo LGBT+ e posso confirmar que o investimento nas Paradas do Orgulho mantém a cidade em crescimento, oferecendo empregos, apoiando a comunidade e sem perder de vista os potenciais negócios fechados com os turistas que virão.

Aqui, em São Paulo, a ultima Parada foi sucesso absoluto. Tanto em termos de dar o recado político – já que essa foi a primeira edição do evento que aconteceu após a confirmação pelo Supremo Tribunal Federal que LGBTFobia é crime – quanto nos resultados esperados no evento da República e em todas as outras programações (e olha que foram muitas).

A imprensa publicou vários artigos sobre os positivos resultados: “A Prefeitura de São Paulo afirmou que a 23ª edição da Parada LGBT movimentou R$ 403 milhões na economia da cidade”.  Outro fator que atinge diretamente todo o trade local é que “Segundo levantamento feito pela Secretaria Municipal de Turismo, a Parada de 2019 também registrou aumento de 78% no número de visitantes em relação a 2017, último ano de estudo. O gasto médio do turista aumentou de R$ 1.112 em 2017, para R$ 1.634 em 2019, o que representa alta de 46,9%.”

Parada de 2019 registrou aumento de 78% no número de visitantes em relação a 2017; gasto médio do turista aumentou de R$ 1.112 para R$ 1.634 em 2019, o que representa alta de 46,9%

Fiz algumas pesquisas sobre outros investimentos da prefeitura para captar visitantes. No caso do Carnaval no Anhembi, é de R$32,2 milhões, sendo que cada Escola de Samba do primeiro grupo ganha R$1,1 milhão e, ainda, é preciso manter a estrutura do Sambódromo. É claro que são eventos totalmente diferentes, a comparação é apenas para termos outra referência.

A Parada continua sendo um movimento social com geração de negócios no turismo, já que é realizada durante um feriado nacional, com possibilidade de três ou quatro noites de estada, podendo chegar a uma semana. Sim! Existe um grupo de turistas LGBT+ no Brasil que optam por incluir uma Parada em seus planos de viagens.

Quem esteve em NYC para a “World Pride” viu a quantidade de turistas brasileirxs por lá nas postagens em mídias sociais. O mesmo acontece em Madri ou Frankfurt. Neste ano, a Estocolmo Pride também recebeu presença maciça de brasileirxs. Mas, acredito que a mais bem-sucedida entre o público nacional é a Parada de Tel Aviv, que há mais de dez anos se promove por aqui. Cartagena Pride é outra parada que está começando a divulgar em nosso mercado e terá sucesso, pois oferece muitos eventos e a combinação de Caribe na programação.

LEIA TAMBÉM
São Paulo atrai 40% mais turistas do exterior no Mês do Orgulho LGBT+
Turismo LGBT: Saiba tudo o que rolou na convenção da IGLTA em Nova Iorque

Se você é agente de viagem ou operador, procure se informar mais sobre os destinos que você costuma vender, tanto no Brasil quanto no exterior. Veja aquele representante que pode lhe ajudar a divulgar no mercado as datas especiais em seus destinos, fazer um ‘happy hour’ para que você possa falar diretamente com seus clientes. E, claro, lembre-se de chamar a companhia aérea que mais lhe dá condições de trabalho (ou um consolidador “friendly”) e foque em seus destinos.

Também sugiro ter uma conversa franca com seus clientes sobre o que os motiva para uma experiência em sua futura viagem para ser mais assertivo na oferta. Os turistas LGBT+ são um corte de todos os demais, ou seja, existem os mais aventureiros, esportivos, desbravadores. Mas também há os que buscam História e, com certeza, boa parte está entre os que viajam para os eventos de festas de muitos tipos pelo mundo. Não tente adivinhar o que o seu cliente LGBT+ deseja! Esteja atento às novidades, leia revistas e artigos, participe de eventos que trazem estas informações ao mercado.

Agosto tem uma oferta muito especial no Brasil, um evento que acontece há 38 anos: o Miss Brasil Gay, na cidade mineira de Juiz de Fora, que fica a apenas duas horas de carro do Rio de Janeiro. Além de ser acolhedor e muito friendly, o destino conta ainda com  cervejarias artesanais excelentes, um produto excelente (e ainda pouco conhecido) para divulgar entre os clientes. Dê a ele a oportunidade de assistir ao desfile, ao show da Pablo Vittar e, no domingo, participar da alegria que acontece no Festival Rainbow. Combine a viagem com roteiros pelo Rio de Janeiro, Teresópolis ou as cidades históricas próximas.

Os turistas LGBT+ são um corte de todos os demais, ou seja, existem os mais aventureiros, esportivos, desbravadores. Mas também há os QUE buscaM História. Não tente adivinhar o que o seu cliente LGBT+ deseja! Esteja atento às novidades

No finalzinho do mês, é a vez de as meninas se encontrarem em um dos maiores festivais para lésbicas, na lindíssima Mallorca, na Espanha. A ilha recebe a sétima edição do Festival Internacional ELLA, entre 30 de agosto e 06 de setembro, com vasta programação. Ofereça essa opção às suas clientes para que elas se divirtam e aproveitem o sol do Mediterrâneo com as mulheres que têm os mesmos objetivos em viagens.

Em setembro, a festa acontece em Salvador, com a realização da 18ª Parada do Orgulho LGBT. Como sempre, a promessa é de muita alegria no ar e nas ruas, quando a cidade realmente se veste com as cores do arco-íris. Aqui, minha sugestão é agregar alguns destinos friendly que estão muito próximos, como a Praia do Forte ou Morro de São Paulo.

Para outubro, você poderá indicar um cruzeiro no Celebrity Eclipse, com roteiro que começa nos Estados Unidos, visita as praias do México (Cabo São Lucas, Puerto Vallarta e Mazatlan) retornando ao porto de partida, em Los Angeles. Uma combinação incrível de destinos, festas, encontros e com a saída exclusiva da Atlantis Events, voltada aos gays.

Se você, agente de viagens, ficar atento aos acontecimentos desse segmento verá que são diversas as oportunidades para oferecer aos seus clientes LGBT+ novidades e boas experiências, com segurança. Seja para uma viagem a dois, para celebrar um casamento ou outra data importante, para viajar em grupos de amigxs e para fazer novos amigxs.

Boas viagens!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here