Como medida de responsabilidade, Costa Cruzeiros interrompe operações na América do Sul

A empresa italiana decidiu interromper voluntariamente os cruzeiros em seus navios para proteger a saúde e a segurança de hóspedes, tripulação e destinos

Costa Cruzeiros
Costa Fascinosa

Visando a proteção da saúde e a segurança de seus hóspedes e tripulação, além das restrições imigratórias impostas pelas autoridades de outros países na América do Sul, a Costa Cruzeiros antecipa o término de sua temporada brasileira 2020 e anuncia a interrupção das operações de cruzeiros na região a partir do dia 17 de março. 

Os cruzeiros a bordo do navio Costa Fascinosa, com embarques programados para os dias 17, 23 e 31 de março e 6 de abril de 2020 estão cancelados. O roteiro de travessia Brasil-Itália, com saída em 14 de abril, também não ocorrerá. A companhia já está em contato com os hóspedes e as agências de viagens afetadas por essas mudanças, oferecendo créditos para a realização dos cruzeiros em outro período. 

“Vivemos uma situação única e delicada, que nos obriga a tomar decisões responsáveis para assegurar a segurança e a saúde de todos os nossos hóspedes e tripulantes”, afirma Dario Rustico, presidente executivo da Costa Cruzeiros para a América Central e do Sul. Essa decisão não altera a programação da Costa Cruzeiros para a temporada 2020/2021 na América do Sul, cujo início está confirmado para novembro deste ano. 

“A Costa Cruzeiros navega na América do Sul há 72 anos ininterruptos. estamos ansiosos para retomar a operação em águas brasileiras, em novembro de 2020, com três navios, um aumento se comparado a esta temporada.”

Dario Rustico, presidente executivo da Costa Cruzeiros para a América Central e do Sul

Desde o início do surto do Covid-19, a Costa vem adotando rígidos procedimentos de saúde para o embarque de passageiros no Brasil e no mundo. Todos os hóspedes, visitantes e tripulantes recebem um questionário médico específico de pré-triagem para melhor avaliar as condições para o embarque. Além disso, todas as pessoas que irão embarcar passam pelo processo de temperatura corporal: qualquer pessoa com uma temperatura corporal acima de 37,5 °C tem o acesso ao navio negado.

A Costa Cruzeiros garante aos hóspedes e à tripulação os mais altos padrões de limpeza a bordo dos seus navios, graças a rigorosos protocolos de higienização e ao uso de desinfetantes eficazes contra o coronavírus.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui