Compra de dólar e euro em espécie no Itaú cresce 900% em 2022

Aumento é relativo aos primeiros cinco meses do ano, na comparação com 2021; com a aproximação das férias de julho, banco oferece desconto na compra de moeda estrangeira pelo app

Dolares - Estados Unidos
Foto: Divulgação

A compra de dólar e euro em espécie cresceu 900% nos cinco primeiros meses de 2022 na comparação com o mesmo período de 2021, segundo dados do Itaú Unibanco. A retomada do mercado já alcançou os patamares registrados antes da pandemia, com o fim das restrições de entrada em diversos países do mundo e o aumento dos voos disponíveis.

Entre janeiro e maio deste ano, a compra de moeda estrangeira pelos clientes em cada mês foi sempre ao menos 400% maior que a registrada no mesmo período do ano anterior. O pico aconteceu em março, quando o montante total vendido para os clientes do banco teve um aumento de 1870% em relação a março de 2021 – um mês marcado pela valorização do Real e flexibilização das viagens ao exterior.

Com a aproximação de julho, momento em que tradicionalmente as pessoas buscam dólar e euro para suas férias, o mercado deve seguir aquecido. Entre os dias 15 e 30 de junho, clientes Itaú que comprarem dólar e euro em espécie pelo app terão até 20% de desconto no spread, além de tarifa zero habitual. A oferta varia de acordo com o segmento do cliente, e o desconto é aplicado de maneira automática no valor da compra.

“Com a compra pelo app, oferecemos a melhor experiência de casa de câmbio, permitindo a compra de moeda estrangeira 24 horas por dia, sete dias por semana. Sabemos que esses atributos são muito importantes para quem está lidando com a compra de moeda estrangeira, que muitas vezes está atrelada à realização de um sonho”, afirma Gabriel Rombenso, superintendente de Câmbio do Itaú Unibanco.

Ao comprar pelo app, clientes Itaú garantem a taxa de câmbio no momento da transação; a retirada de dólar e euro em espécie pode ser nos caixas exclusivos do Banco24Horas Moeda Estrangeira e na rede de agências Itaú habilitadas.


Leia também: Single Trips cria roteiros internacionais para ‘viajantes solo’

Deixe uma resposta