Conotel inicia sua primeira edição online nesta quarta (28)

O evento contou com a presença de importantes nomes do Turismo, como o ministro Marcelo Álvaro Antônio e Gilson Machado, da Embratur, além de Manoel Linhares (ABIH)

Conotel

O Congresso Nacional de Hotéis (Conotel) ganhou sua primeira edição digital e teve sua abertura promovida nesta quarta (28). Alguns dos importantes líderes marcaram presença no evento, como Marcelo Álvaro Antônio, ministro do Turismo; Gilson Machado, presidente da Embratur; Ricardo Roman Jr, presidente da ABIH-SP; Manoel Linhares, presidente da ABIH Nacional; e Érica Drumond, vice-presidente da ABIH Nacional, entre outros

Álvaro Antônio, transmitiu sua presença virtualmente direto de Fernando de Noronha, onde incentiva a retomada responsável do Turismo, deixando claro que o setor não é um aliado da pandemia. Machado complementa, ainda, afirmando que o momento é de otimismo.

“Tiramos qualquer dúvida do potencial turístico do País. Somos um país com maior vocação de turismo de natureza. Nosso governo está focado nisso. Nosso setor tem que ser equivalente ao agronegócio e à mineração. Temos capacidade para isso”, declarou.

Tarcísio Gomes de Freitas, ministro da Infraestrutura, também esteve presente virtualmente no evento, reforçando seu apoio ao setor, a fim de despertar a vocação turística brasileira. “Vamos reestabelecer nossa malha aérea, levar estrutura para levar mais operações para mais aeroportos e ligar nossas potencialidades turísticas em rodovias e no segmento aéreo”, comenta.

Roman Jr. ressaltou em se u discurso os novos conceitos possibilitados pela pandemia, incluindo as relações profissionais e sociais. “As certezas de ontem, em muitos casos, ficaram obsoletas. Estamos reinventando o modo de interagir e de se comunicar. Claro que se trata de um processo doloroso, sob muitos aspectos. Mas os desafios nos tornaram mais ágeis, pragmáticos, realistas, fortes e, tudo índica, mais humanizados”, declara.

Apoio governamental

Érica iniciou sua participação questionando Álvaro Antônio quanto ao o que segmento hoteleiro pode esperar das próximas ações do governo, incluindo o apoio de crédito da Fungetur. Em resposta, o ministro afirma que o conjunto de esforços focando na retomada é importante para que haja o reaquecimento de maneira eficiente, em parceria com a Embratur, e dentre essas ações, estão as medidas provisórias 936 e 948.

“A nossa pauta se tornou, especificamente, econômica. Reunimos todas as condições para que o Brasil saia com todas as condições viáveis. Nosso objetivo é dar todo o suporte e ajudar todo o governo a reconhecer toda a importância e dimensão econômica da hotelaria junto com os outros 53 segmentos do Turismo”, destaca o ministro, que se orgulha dos mais de 23 mil selos de biossegurança do Ministério, que possui a chancela da Anvisa.

Machado, por sua vez, destaca a pausa no trabalho de promover o Brasil em mercados internacionais. “Queremos voltar ao nosso DNA, que é ser uma agência internacional. Trabalhamos muito durante essa pandemia para transformar a Embratur em uma agência e, hoje, temos mais flexibilidade e vamos continuar trabalhando para capitalizar a Embratur”, destaca o profissional, que ainda destaca a união de todo o setor para fazer esse trabalho “a quatro mãos”.

Linhares, em seu discurso, comemoro os mais de 5 mil participantes, fazendo o maior congresso da ABIH Nacional. “Isso mostra a força da hotelaria brasileira e a força da ABIH Nacional”, aproveitando o momento para solicitar um minuto de silêncio em homenagem a Eraldo Alves da Cruz, ex-presidente da ABIH Nacional, que faleceu no último dia 27 de setembro.

Milton Vasconcelos, presidente do Conotel 2020, reforçou a importância do evento, visto que o evento é uma oportunidade de intercâmbio de informações e conteúdos entre toda a cadeia. “Mesmo com a pandemia, eu sou otimista. Enxergo o Turismo e seu futuro de forma muito especial. Temos visto pleitos antigos acontecendo e isso nos dá uma motivação”, comenta o profissional.


Deixe uma resposta