Costa Cruzeiros recebe primeiro navio movido a GNL

O flagship Costa Smeralda estreia partindo de Savona, na Itália, em 21 de dezembro
Costa Cruzeiros
Neil Palomba (Costa Cruzeiros) e Jan Meyer (estaleiro Meyer Turku)

A Costa Cruzeiros recebeu na última semana o Costa Smeralda, seu novo flagship movido a Gás Natural Liquefeito (GNL). O combustível é a tecnologia mais avançada da indústria marítima e faz parte de uma iniciativa de reduzir significativamente o impacto ambiental.

A cerimônia de entrega ocorreu no estaleiro Meyer Turku, na Finlândia, onde o navio foi construído. O Costa Smeralda integra um investimento de mais de 6 bilhões de euros em sete navios. A entrega do restante é prevista para até 2023. Agora, a frota do Grupo Costa soma 29 navios em operação.

Em sua trajetória partindo de Savona, na Itália, no dia 21 de dezembro, o navio fará escalas em Marselha, Barcelona, Palma de Maiorca, Civitavecchia/Roma e La Spezia. Ao todo, são mais de 2,6 mil cabines.

“Usamos todo o nosso conhecimento, habilidades e imaginação para projetar e construir esse navio. Estamos ansiosos para que os hóspedes desfrutem de shows e performances excepcionais que acontecerão lá”, declara o Jan Meyer, CEO do Meyer Turku.

Sustentabilidade

O uso de GNL elimina as emissões de dióxido de enxofre (zero emissões) e de partículas (redução de 95 a 100%). Além disso, também reduz diretamente as emissões de óxido de nitrogênio – 85% – e CO2 – redução de até 20%.

“O Costa Smeralda será um estímulo ao uso de GNL em navios de cruzeiro, tecnologia a qual fomos os primeiros a acreditar, estabelecendo um novo rumo para o setor de cruzeiros”, conclui Neil Palomba, presidente Global da Costa Cruzeiros.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui