Cresce o número de viajantes brasileiros nas estações de esqui francesas

Atout France traz delegação de 15 representantes de destinos, hotelaria e receptivos focados em neve

0
Caroline Putnoki

Uma delegação com 15 representantes de destinos de esqui franceses desembarca no Brasil no início de setembro para uma série de ações voltadas ao trade local. “A ideia é promover a excelência dos centros de esqui na França, que combinam estrutura de alta qualidade com a culinária e com o lifestyle francês que os brasileiros adoram”, explica Caroline Putnoki, diretora da Atout France para América do Sul.

A executiva reforçou a vocação do país europeu para adeptos do esporte, ressaltou a oferta variada que atinge a todo perfil de público e sinalizou o crescimento do número de brasileiros que integram o grupo. “Já faz dois anos que as vendas voltaram a crescer consideravelmente e, neste ano, algumas estações já comemoram aumento de 25% nas reservas do Brasil”, aponta.

LEIA TAMBÉM
+ Evento de luxo substitui “Encontros à Francesa” em 2020
+ Atout France pleiteia voos do Brasil para Guadalupe

A cada ano, cerca de dez mil viajantes partem do País motivados exclusivamente pela oferta segmentada. Segundo Caroline, a região dos Alpes Franceses oferece opções para diferentes perfis de viajantes, inclusive para esquiadores iniciantes e para aqueles que não querem deslizar pela neve, mas desejam estar em contato com o universo glamouroso que circunda as montanhas, repleto de restaurantes estrelados e opções de entretenimento. A expectativa é chegar a 12 mil brasileiros ao final da temporada 2019/2020.

Semana dedicada

Diversas ações estão programadas para acontecer em setembro, tendo a neve como protagonista. O lançamento oficial do programa de inverno nos Alpes Franceses acontece na noite de 9 de setembro, na Residência da França em São Paulo. No dia seguinte, a delegação participa da da Expo Ski, evento B2B que acontece na capital paulista. “Também estão agendadas visitas a agências especializadas em São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre”, sinaliza Caroline.

Além de reforçar a oferta das estações que já se tornaram “queridinhas” dos brasileiros, a ideia do evento é mostrar outros centros tradicionais que ainda estão fora do radar por aqui. “Os brasileiros estão conhecendo cada vez mais o destino e, a cada ano, buscam por atividades diferentes. Esse contato com as agências é importante para mostrar que a França não tem apenas estações voltadas a competidores, atletas de nível avançado. A estação de Samoëns, por exemplo,  tem uma oferta grande voltada a famílias”, pontua.

Outra vantagem de participar dos encontros, na opinião da executiva, é conhecer a oferta completa e criar oportunidades para incluir novos produtos na prateleira, com o objetivo de rentabilizar. Isso porque, além dos representantes de hotelaria tradicional, a delegação também é composta por fornecedores que atuam com locação de residências e escolas de esqui. “Os vendedores também estão aprendendo a incluir duas ou três noites em Paris, Nice ou Cannes nos pacotes”, lembra.

A extensão da permanência para a capital e grandes centros segue o comportamento natural do turista brasileiro que viaja à França. “Lyon é outro destino que vem sendo muito procurado pela combinação de oferta cultural e gastronomia”, revela Caroline.

Esqui nos Alpes Franceses

A comitiva que vem ao Brasil em setembro é composta por representantes de: Auvergne Rhône-Alpes Tourisme, Alpe d’Huez, Les Arcs, Val Thorens, Lodge and Spa Collection, Val d’Isère, Hotel Mademoiselle VI – Val d’Isère, Les 2 Alpes, Chamonix Mont-Blanc, Les Balcons du Savoy, Megève, Meribel, Meribel Ski School, Kaila & Chaudanne e a agência imobiliária Barnes International.

As atividades de neve são um importante pilar da economia da montanha, responsáveis por 54 milhões de diárias de esquiadores por ano. O resultado coloca a França em segundo lugar entre os destinos mundiais, atrás apenas dos Estados Unidos, que detêm 56,2 milhões de diárias. A estimativa é que a atividade gere mais de 6,5 bilhões de euros anuais apenas na região Auvergne Rhône-Alpes.

Em 21 e 22 de janeiro de 2020, Chambery sedia o Grand Ski, evento mundial voltado a networking e rodadas de negócios entre compradores internacionais e operadores franceses. Dez operadores do Brasil e de outros destinos da América do Sul participam da programação. E, 22 e 23 de março, Nantes sedia o Rendez-Vous en France, principal evento de capacitação e networking do turismo francês em nível mundial, que terá uma delegação composta por 50 agentes e operadores da América do Sul.

 

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here