Setor de cruzeiros pode receber linha de crédito do BNDES, afirma MTur

Valor destino aos cruzeiros pode chegar próximo a R$ 5 milhões
Cruzeiros - Marco Ferraz, presidente da Clia Brasil
Marco Ferraz, presidente da Clia Brasil

Durante o III Fórum Clia Brasil, realizado ontem (28), Marcelo Álvaro Antônio, ministro do Turismo, anunciou a possível implementação de uma linha de crédito ao setor de cruzeiros. A verba prospectada, que se aproxima de R$ 5 milhões, seria concedida por meio do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

Com isso, a ideia do ministro e sua equipe é ampliar a infraestrutura portuária para turistas, construindo 15 portos no Brasil. “Serão portos modernos, com shoppings, hotéis, para que a gente possa ter muito mais condições de receber o turista com conforto e comodidade”, afirma Antônio.


LEIA MAIS

+ Costa Cruzeiros anuncia mini cruzeiro para março de 2020
+ R11 Travel passa a comercializar cruzeiros ultra luxo da Silversea
+ Regent Seven Seas Cruises oferece roteiro pelo Taiti em dezembro

Além disso, o executivo explica que existem outras ações de desenvolvimento ao setor de cruzeiros. “Quem sabe, teremos 50 ou 100 cruzeiros margeando e fazendo turismo na costa brasileira todos os anos”, destacou. Ele ressaltou ainda a relevância da categoria para setores turístico e econômico do país.

Números

Ao todo, o mercado marítimo promoveu 28,5 milhões de turistas em todo o mundo em 2018. Em 10 anos, a procura por viagens de navio aumentou cerca de 60%. Porém, apesar de uma população de quase 210 milhões de habitantes, o Brasil responde por apenas 0,25% do número de cruzeiristas no mundo.

No Brasil, a temporada 2019/2020 receberá oito navios, um a mais que na temporada passada, trazendo 121 leitos divididos por 144 roteiros e 575 escalas.A temporada 2018/2019 de cruzeiros marítimos foi responsável por um impacto econômico de R$ 2,083 bilhões na economia do país. No período, 31.992 postos de trabalho foram criados e 462 mil cruzeiristas embarcaram.

De acordo com Marco Ferraz, presidente da Clia Brasil, o setor de navios de cruzeiro voltou a registrar crescimento no país. “É a segunda temporada que o setor registra alta. Crescemos 10% na última temporada em relação à anterior, e, para próxima, em oferta, registramos acréscimo de 6,5%”, comenta.


Leia Também:

Costa lança nova edição do “Chaminé Amarela” para embarques no RJ
Disney Cruise Line detalha nova linha de navios e destino nas Bahamas
Ilhéus (BA) espera 70 mil hóspedes de cruzeiros em 2019-2020

Deixe uma resposta