CS Brazil passa a se chamar Chauffeur Services Global

O reforço na limpeza e a disposição de materiais de higienização para clientes e colaboradores de serviços estão entre as medidas adotadas para proporcionar segurança durante a prestação de serviço

Cs
Foto: reprodução

Nesta semana a CS Brazil anunciou alteração no nome da empresa para Chauffeur Services Global, devido a abrangência de países em que o empreendimento atua. Houve ainda, a divulgação de dez serviços para o período da pandemia do Covid-19 (coronavírus).

São eles: transporte de executivos, roadshow, segurança executiva, grupos e eventos, coordenação logística, locação de carros de luxo, casamentos, aviação privada, concierge e locação de barcos.

“Identificamos que a nossa presença é globalizada, pois estamos presentes em mais de 120 países, com atendimento de excelência padronizado. No momento, todo o nosso escritório está em home office, caso tenha alguma necessidade de atender um cliente com nossos motoristas, o serviço é realizado com rigorosos procedimentos de segurança”, destaca Robson Maciel, diretor comercial da CS Global.

A iniciativa visa atender a novas demandas originárias do Covid-19. A frota conta com a disponibilização de materiais de higiene para motoristas e clientes, além da recomendação de janelas abertas durante o percurso e reforço na limpeza dos veículos.

“Nessa fase, a área da saúde tem se mostrado como uma excelente oportunidade de negócios e o transporte de profissionais do setor tem sido o nosso principal mercado.  Para proporcionar mais conforto e segurança, a nossa equipe tem aconselhado a utilização de veículos maiores do que os solicitados inicialmente pelos clientes”, ressalta Rodrigo Frota, diretor operacional da CS Global.

Enquanto CS Brazil, a CS Global já atendeu cerca de 2,5 milhões clientes. “Nos adaptamos à situação e passamos a manter contato com a equipe, clientes e fornecedores por meio de reuniões via aplicativos de videoconferência. Superando o Coronavírus, vamos expandir ainda mais nossa atuação mundial”, salienta Thiago Peseto, diretor financeiro da CS Global.


Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui