CVC Corp: mercado doméstico mostra força no 4ºT de 2021

Equivalente a 66% das reservas totais confirmadas em novembro e dezembro, os resultados nacionais se destacaram na CVC Corp. No internacional, Argentina mantém bons números

Leonel Andrade - CVC Corp
Leonel Andrade, CEO da CVC Corp. (Foto: Lucas Kina)

A CVC Corp divulgou, nesta sexta-feira (21), que o turismo doméstico movimentou a maior parte dos negócios no quarto trimestre de 2021. Em novembro e dezembro, 70% das reservas confirmadas foram para trechos no Brasil, recuperando 66% dos níveis do mesmo período em 2019.

A exceção do período fica por conta dos dados de outubro, quando a empresa sofreu um ataque cibernético e teve as operações afetadas. Em nota enviada aos investidores, a CVC Corp cita dois pontos principais para o bom resultado no nacional. São eles:

Alto volume de vendas registrado na Black Friday de 2021, com a política agressiva de descontos;
Desaceleração de vendas a partir da segunda quinzena de dezembro, sobretudo para destinos internacionais, pelos efeitos associados ao avançar da variante Ômicron.

Internacional

Apesar da desaleração vista no exterior, a companhia celebrou o bom resultado no mercado argentino. A operação no país vizinho registrou, outra vez, aumento nos índices em relação ao trimestre anterior.

A impulsão disso também parte do aquecimento por viagens domésticas, promovido pelo programa “Pre Viaje”.

Durante o quarto trimestre, portanto, a CVC Corp contabilizou elevação na demanda por viagens internacionais. A motivação, conforme avaliação interna, parte das flexibilizações das medidas restritivas impostas aos viajantes.

O ‘efeito cascata’ disso é o reestabelecimento da malha aérea e frequências de voos.

Reservas Embarcadas

Tratadas anteriormente como reservas totais, o índice no quarto trimestre do ano passado apresentou evolução de 93% frente ao mesmo período em 2020 e 28% ante trimestre anterior.

Os destaques ficam pelo crescimento da operação na argentina, com incremento de mais de 100%, além da operação no B2C (consumidor final). Esta, por sua vez, cresceu em 35% na comparação com o trimestre anterior e 64% ante quarto trimestre de 2020.

A operação brasileira da CVC Corp embarcou 7,7 milhões de passageiros em 2021 — 30% a mais que em 2020.

Pandemia

No comunicado, a companhia cita os efeitos da Ômicron na busca por viagens como “transitórios”. Veja:

“Apesar da rápida disseminação da variante nas últimas semanas, há sinais de estabilização ou declínio dos casos em alguns dos primeiros países acometidos por ela. A retomada do setor, dessa forma, deve seguir afetada nas próximas semanas, entretanto a demanda reprimida deve permanecer alta para viagens das mais diversas naturezas e, assim, impulsionar o aumento de passageiros embarcados ao longo de 2022”, finaliza.

Deixe uma resposta