Delta dispensa diferença tarifária em remarcação de voo até fevereiro

De acordo com a isenção de taxa de alteração praticada pela Delta Air Lines, os clientes já podem reagendar sua viagem; entenda

Delta

Seguindo a nova exigência  do governo dos Estados Unidos para que todas as pessoas em chegadas internacionais sejam testadas para covid-19 a partir de 26 de janeiro, a Delta emitiu uma isenção da diferença de tarifa para clientes que remarcarem bilhetes internacionais comprados em ou antes de 12 de janeiro.

A diferença tarifária será dispensada para passageiros que originalmente se programaram para viajar internacionalmente para os Estados Unidos até 09 de fevereiro, se eles optarem por remarcar o voo com data até 25 de janeiro.

De acordo com a isenção de taxa de alteração praticada pela Delta, os clientes já podem reagendar sua viagem sem incorrer em encargos de remarcação. Desde o início da pandemia de covid-19, a Delta se adaptou o padrão de limpeza para oferecer mais segurança aos viajantes.

Deixe uma resposta