Delta expande embarque com reconhecimento facial em novos aeroportos

Clientes com voo direto para um destino internacional agora podem optar pela tecnologia de reconhecimento facial para embarcar nos aeroportos de Atlanta, Minneapolis e Salt Lake

0

A Delta Air Lines, em parceria com a U.S. Customs and Border Protection (CBP), expandirá o embarque com reconhecimento facial em novos aeroportos. O sistema será implementado nos aeroportos internacionais de Atlanta, Minneapolis e Salt Lake. A tecnologia, aliás, será expandida a tecnologia para 49 novos portões de embarque e todos os voos internacionais.

Com isso, passageiros com voo direto para um destino internacional da Delta e suas parceiras podem usar a tecnologia de reconhecimento facial para embarcar nesses aeroportos. Porém, se algum passageiro não quiser usar o novo sistema, basta avisar o agente e fazer o embarque seguindo o procedimento normal. Usando, assim, o cartão de embarque e o passaporte.


LEIA MAIS:
+ Delta Air Lines bate recorde de passageiros no mês de maio
+ Delta mantém voo sazonal entre Rio de Janeiro e Nova York em 2020
+ Delta recebe 1º Airbus A330-900neo que voará para a Ásia; veja

“Já estamos vendo melhorias na medição da satisfação dos clientes que se deslocam pelo aeroporto de Atlanta. A expansão do sistema de reconhecimento facial no embarque permite que mais clientes aproveitem esse processo fácil e rápido, um passo importante no nosso plano de implementação de reconhecimento facial em nossos hubs em todo o país, definindo a experiência para o setor”, destaca o diretor de operações da Delta, Gil West.

Aeroporto Internacional de Atlanta

A expansão do sistema para o aeroporto de Atlanta, no Terminal E, complementa a experiência biométrica desde a entrada até o embarque dos passageiros internacionais do aeroporto. A companhia avaliou a satisfação dos passageiros e obteve os seguintes apontamentos:

  • 70% deles gostaram da experiência de usar o sistema de reconhecimento facial desde a entrada até o embarque;
  • 72% deles preferem reconhecimento facial ao embarque padrão;
  • 93% dos clientes não tiveram problemas ao usar a tecnologia no embarque.

Expansão

A expansão com o sistema Delta Biometrics é o próximo passo após o lançamento do primeiro terminal biométrico nos Estados Unidos e a experiência desde a entrada até o terminal no DTW. Resultado, aliás, de vários anos de testes opcionais de reconhecimento facial com a CBP nos aeroportos de ATL, DTW e JFK.

Além disso, a companhia testou o autosserviço biométrico de despacho de bagagem em MSP para clientes internacionais. A Delta também testou o embarque biométrico no Aeroporto Nacional Ronald Reagan, em Washington, e lançou o check-in biométrico opcional em todos os Delta Sky Clubs domésticos, com o suporte da Delta Biometrics.


Leia também:
Iata avalia com positividade decisões do governo brasileiro
KLM assina com Embraer para compra de 35 jatos E195-E2
Lufthansa é escolhida como “Melhor Companhia Aérea da Europa”; confira

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here