Desta vez a vantagem está com a Boeing, 210 pedidos a mais

Por: Antonio Euryco

 

A Boeing teve 440 pedidos firmes para a fabricação de aeronaves no primeiro semestre de 2012, com apenas 36 cancelamentos. Já o consórcio Airbus  recebeu 230 encomendas, com 26 não confirmadoss.  Os dados oficiais dos dois fabricantes são relativos ao período de janeiro a junho e mostram desta vez uma vantagem acentuada para a Boeing.

 

montagemairbusboeing

 

Até junho a Boeing realizou 287 entregas, sendo 208 aeronaves 737, 13 do 747, outros 13 do 767, 42 do 777 e 11 do 787.  A Airbus entregou 279 aeronaves, entre elas dez do A380, o maior avião comercial construído atualmente e outros  50 das famílias A330,340.

 

No faturamento, enquanto a Boeing contabilizou mais de US$ 42 bilhoões, a Airbus teve US$ 25 bilhões,

 

O principal trunfo da Boeing foi a série de 413 pedidos do 737 valorizados em US$ 37 bilhões, sendo 230 da Lion Air, 122 da Norwegian, 45 da China Eastern, 17 da Jet Airways, 3 da Alaska Airlines e um da Virgin Austrália. Foram 19 os pedidos do 767. A empresa lamenta, porém, os 25 cancelamentos do787 Dreamliner, a estrela atual da companhia. No rol dos cancelamentos, deixou de faturar US$ 6,3 bilhoes.

 

Do lado europeu foram 23 cancelamentos, com menos US$ 4,5 bilhões nas previsões de comercialização.

 

AE

 

 

 

Deixe uma resposta