Caribe gay-friendly: os diferenciais de Curaçao para a comunidade LGBT+

Entre as atividades voltada para a comunidades, aliás, a ilha realizará, mais uma vez, o Pride, em setembro
Andre Rojer, do Turismo de Curaçao

Como não poderia deixar de fazer, Curaçao também marcou presença no Fórum de Turismo LGBT do Brasil. A ilha, ainda recente na lista de desejo dos brasileiros, destaca-se por ser um dos destinos mais amigáveis para a comunidade.

“Nós temos 40 praias e a maior preocupação é qual visitar durante as visitas. Há sempre diversão, festas e festivais, além de uma série de atividades para todos aqueles que nos visitam – de famílias a casais (incluindo os LGBT+)”, destaca o gerente de Marketing de Curaçao na América do Sul, Andre Rojer.


LEIA MAIS:
+ Fort Lauderdale é anfitriã do Pride of the Americas 2020; confira
+ Israel é foco no começo da tarde do Fórum de Turismo LGBT em SP
+ Servir à comunidade LGBT no mercado de luxo é pauta no Fórum de Turismo

Entre as atividades voltada para a comunidades, aliás, a ilha realizará, mais uma vez, o Pride, em setembro. “O objetivo é promover a diversidade. Todo são mais do que bem-vindos para festejar conosco.”

Além disso, outro destaque da ilha é o avanço para a igualdade de direitos civis. Rojer destacou que, na última semana, esteve reunido junto às autoridades locais para debater sobre a igualdade matrimonial. “Estivemos no parlamento e, em alguns meses, é bem provável que boas notícias hão de vir para a comunidade LGBT+.”


Leia também:
Fórum de Turismo LGBT do Brasil reúne trade em São Paulo; veja fotos
Especialização e experiência: saiba vender para a comunidade LGBT+
Air Canadá destaca ações e iniciativas que apoiam comunidade LGBT+

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui