Discover Cruises leva agentes para visita técnica ao MS Zaandam; veja fotos

1
Equipe Discover Cruises: Patryck Vieira, Reginaldo Silva, Maria Carolina Bruno Rubinato, Anna Renata Bozzetti, Pablo Zabala, Melyna Ladany, Isabella Moraes e Eduardo Senra

Fotos: Diego Reis, especial para o Brasilturis

Depois de atravessar o Atlântico desde o Alasca, o MS Zaandam chegou ao Rio de Janeiro (RJ). Hoje (3/11), um grupo de agentes de viagens embarcou para visita técnica no navio, sob o comando de Pablo Zabala, diretor de marketing e vendas da Discover Cruises, empresa que representa a Holland America Line no Brasil há pouco mais de três anos. O transatlântico comporta 1432 passageiros e 700 tripulantes, uma relação que ultrapassa dois colaboradores por viajante e que denota a preocupação da empresa com qualidade de serviço.

“Uma das coisas mais difíceis de fazer na indústria de serviços é entregar o que se vende. Porque você coloca o produto na prateleira, faz o marketing, comunica promoções, mostra fotos lindas e convence o passageiro a comprar, mais o produto é intangível. Não tem como testá-lo como um carro, uma moto, uma mesa. O cliente compra acreditando que receberá exatamente o que está sendo vendido. E essa entrega é a missão da Holland America”, defende Zaballa.

A estratégia levou a empresa a conquistar uma das taxas mais altas de retorno de passageiros da indústria de cruzeiros – o índice chega a 80%, segundo o executivo – e a quadruplicar o número de passageiros a bordo no Brasil em três anos. “Um produto que era tão bem aceito ainda estava escondido do mercado brasileiro, preso apenas ao eixo Rio-São Paulo e a um grupo pequeno de agentes de viagens”, disse.

Outros pontos reforçados por Zaballa como diferenciais foram destinos e estrutura multigerações, cabines até 30% mais amplas, chegada antecipada e permanência estendida nos portos de parada, mais pernoites incluídos e as curtas distâncias de um espaço de lazer a outro. “Temos tudo em termos de proposta de entretenimento: restaurantes, boates, teatro. Mas, como os navios são menores, os trajetos também são reduzidos”, destacou o executivo.

A gastronomia é chefiada por um conselho de cinco profissionais que faz o planejamento para a troca anual de cardápios, adicionando ingredientes e receitas dos destinos que estão sendo visitados para inserir a questão cultural na experiência do viajante. “Acreditamos que o segredo para prosperar no turismo está na entrega dos pequenos detalhes”, finalizou. Durante a visita técnica, os agentes puderam experimentar as receitas servidas no navio, além de conhecer os dez deques do MS Zaandam que já partiu do Porto Maravilha, rumo ao sul do continente.

Veja fotos do navio e da visita técnica

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here