Distritos em Nova Friburgo terão praças revitalizadas

Por: Rafael Lima

As praças de Lumiar e São Pedro da Serra, em Nova Friburgo, vão receber obras com o objetivo de requalificar a área urbana a fim de potencializar sua vocação turística. A verba, no valor de R$ 6 milhões, foi liberada pela Secretaria de Estado de Turismo, através do Prodetur (Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo). O projeto consiste ainda na integração do meio ambiente com o meio urbano, estabelecendo suas qualidades para visitação, prática de esportes, lazer e turismo ecológico e, assim, melhorar a qualidade de vida da população. 

 

Entre os objetivos específicos da obra estão diagnosticar a situação ambiental, percebendo as áreas degradadas, matas ciliares e o paisagismo adequado aos lugares turísticos; recuperar e revitalizar o espaço urbano, qualificando-o segundo suas vocações; fortalecer e revitalizar o comércio local e a rede de pousadas e hotéis; padronizar o mobiliário urbano, as placas indicativas, sinalização e letreiros publicitários, garantindo qualidade, conforto, facilidade de visualização, sentido de direção e estética; garantir a acessibilidade ao local e dar qualidade à iluminação cenográfica e à iluminação pblica.

 

No distrito de Lumiar, as obras acontecerão na Praça do Lago, Praça Carlos Marchon e Praça Levy Ayres Brust. Estão previstas drenagem, mobiliário urbano, decks em madeira plástica e iluminação. Já em São Pedro da Serra, a Praça que receberá as obras é a João Henringer. Nas duas vilas estão ainda previstas obras de requalificação das vias públicas, com a recuperação da pavimentação (reassentamento dos paralelepípedos) e mobiliário urbano.

 

Segundo o secretário de estado de Turismo, Ronald Ázaro, as obras do Prodetur, além de revitalizar os distritos de Lumiar e São Pedro da Serra irão fortalecer a economia da região. “Hoje, tanto Lumiar quanto São Pedro são destinos bem tradicionais e, com estas intervenções, os municípios vão passar por uma recuperação econômica. O turismo é o setor que traz retorno mais rápido na empregabilidade, porque movimenta 54 indústrias”, disse.

 

O início das obras está previsto para o início de novembro deste ano e a previsão de término é para setembro de 2014. No entanto, essas datas ainda podem sofrer alterações de acordo com a liberação do processo licitatório pelo TCE-RJ.

 

RL

Deixe uma resposta