A Parada passou e deixou saudades

0

Por Clovis Casemiro*

São Paulo não será mais o mesmo depois da 21ª Parada do Orgulho LGBT e do Fórum do Turismo LGBT 2017. Ambos realizados na Avenida Paulista, durante a Semana do Orgulho LGBTQ, entre os dias 13 e 18 de junho.

O foco de público de ambos os eventos é distinto, mas o ponto de partida é o mesmo: consumidor e cidadão LGBT! O Turismo LGBTQ é, sem dúvidas, um segmento que está em constante crescimento. Muitos, agora “fora dos armários”, entendem que é importante a visibilidade e isso se reflete nas suas viagens e novos interesses.

Como Associação, na IGLTA nosso principal foco é o crescimento nos contatos comerciais e de fornecedores para novos e atualizados produtos LGBTQ no mercado. Foi com este foco que o Fórum foi realizado. Queríamos que os agentes e operadores de Turismo brasileiro pudessem ter o contato direto com quem faz, participa e atua no segmento.

Clovis Casemiro na Parada LGBT de São Paulo

Ficamos muito felizes em receber uma enorme quantidade de inscrições, de ver o interesse das pessoas nos painéis propostos, nas apresentações dos destinos e hotéis, criando uma incrível sinergia. Chegamos a um ponto do nosso objetivo que era ver as empresas desfrutando dos temas e ao mesmo tempo deixando para todos os presentes um ótimo aprendizado. Realmente superou totalmente as expectativas. Isso mostra que há um mercado efetivo. Não estamos tratando de algo a ser definido. Estamos na fase de ofertas de produtos e de aumentar o interesse deste consumidor ávido a viajar.

Durante os painéis propostos no Fórum, conhecemos como a empresa aérea  Delta e a rede hoteleira Marriott/Starwood trabalham tanto seu cliente interno quanto o externo. Elas mostraram suas lindas campanhas publicitárias, ainda feitas no exterior, mas  que agora estão trazendo para o Brasil. Outras redes importantes como Accor, Belmond, Meliá e Hard Rock trouxeram exemplos de produtos para estadas românticas e com a família, ofertas para lua de mel e festas de casamentos.

No Fórum foi possível conhecer e saber mais o que um destino pode fazer para atrair a clientela LGBT, a exemplo de excelentes trabalhos  de Berlim e Viena – com produtos formatados para este visitante.Outros exemplos de destinos que dão a devida importância ao segmento e têm retorno efetivo financeiro são Israel e Espanha – e também fizeram parte do Fórum. As Paradas do Orgulho de Tel Aviv, Madrid (que foi o World Pride) e Barcelona, somam milhões de turistas, pois sabem que encontrarão muitos eventos, festas e uma energia que ficará inesquecível como viagem.

Você, agente de turismo, tem nestes exemplos muitas ofertas para seus clientes LGBTQ. Quem não ofereceu a Parada de São Paulo perdeu uma grande oportunidade, pois quem veio aprovou em vários sentidos, desde os serviços de hotéis, atendimentos em restaurantes, lojas, aos shoppings. Muita gente de fora, muitos grupos de amigos que se encontraram para festejar e celebrar sua liberdade de expressão e cidadania.

E agora vem o segundo semestre. É tempo de organizar as viagens de final de ano e as possibilidades são muitas. Aqui no Brasil há dois produtos excelentes: Love Noronha, no mês que vem, e o Hell and Heaven Festival,  em novembro.  Em Santa Catarina está sendo preparado um programa para a Família LGBTQ que tem filhos. Queremos, pela primeira vez no Brasil, oferecer algo voltado para estas novas famílias, que possam se reunir com pais e filhos em torno do amor, da alegria e diversão. Veja quem são seus clientes com filhos e faça uma listagem.  O evento é para novembro deste ano. Os detalhes serão divulgados em breve!

E se seu cliente quer ir para o exterior, programe um cruzeiro pelo Caribe ou Mediterrâneo, talvez Alaska ou Vietnã. Pode ser que ele prefira seguir em festas – e há várias. Tem, em Barcelona, o Circuit Festival, na paradisíaca e badalada ilha de Mykonos, na Grécia, e em várias cidades americanas.  Se seu cliente souber e gostar de esquiar, pode incluir a Aspen Gay Ski ou Gay Whistler Ski.

Como podem ver, as ofertas são inúmeras e para diferentes destinos. Por exemplo, quem gosta de programação pode determinar a viagem para Tóquio em 2018, e participar de sua Parada que cada ano está melhor e mais divertida. Boas Viagens LGBTQ para todos!

* Clovis Casemiro ingressou no turismo em 1979, com passagens por empresas como Othon, Sheraton, Caesar Park, Blue Tree, Tam Viagens  e CVC Viagens. Membro ativo da diretoria da IGLTA desde 1998 – hoje atuando como coordenador da associação para o Brasil –tem como missão unir as empresas da nossa indústria com interesses no segmento LGBT. Ele escreve mensalmente para o Brasilturis. Contato: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here