É momento de viajar: Marcos Arbaitman estima “boom” no Turismo

De acordo com Marcos Arbaitman, em entrevista exclusiva ao Brasilturis Jornal, os viajantes vão precisar se programar com antecedência

Grupo Arbaitman
Marcos Arbaitman, presidente do Grupo Arbaitman

“Chegou o momento de viajar”. É com essas palavras que Marcos Arbaitman, presidente do Grupo Arbaitman – que detém a Maringá Turismo, a Central de Eventos e a Lemontech –, demonstra seu otimismo na indústria. De acordo com o profissional, o setor retoma com força, sobretudo no nacional, e que, mais do que nunca, é preciso se antecipar.

“Não deixe para amanhã para fazer sua reserva. É preciso se programar para garantir bilhetes aéreos, reservar hoteleiras, locação de carro e tudo o que for necessário para novembro e dezembro. As pessoas estiveram muito tempo presas e querem viajar. E vão viajar”, acredita o profissional.

­­­Com seu portfólio mais pautado no setor corporativo, o grupo vê com otimismo as mudanças que ocorrem no mercado e adaptação da indústria durante o período de crise. Uma delas é a implementação de processos de biossegurança, que tornaram o ato de viajar ainda mais seguros e reforçam a segurança já presente no setor antes mesmo da pandemia, conforme conta o presidente do grupo.

Outra novidade que anima Marcos Arbaitman é a chegada da Itapemirim Transportes Aéreos (ITA), que oferece uma nova opção aérea para o mercado e traz benefícios que afetam tanto o trade quanto o cliente final. “Não podemos ficar na mão só de três empresas, precisamos ter mais companhias voando pelo Brasil. Isso vai resultar em redução nos preços. A ITA é empresa séria e com profissionais competentes e possui toda a possibilidade de crescer”, estima.

O Grupo Arbaitman acompanhou de perto a chegada da ITA ao mercado e esteve presente, por exemplo, no voo inaugural. Além disso, adicionou a companhia aérea nas tecnologias da Lemontech, empresa especializada na gestão de viagens.

“Hoje, os profissionais tem um quadro com todos os voos e todas as informações, como as condições e tarifas com as melhores condições, e encerrar. Se precisar de um complemento, como locação ou hotel, é possível fazer diretamente lá”, conta Arbaitman.

Grupo Arbaitman: eventos à tona

Marcos Arbaitman se orgulha do movimento que ocorre quanto ao retorno dos eventos, que, segundo ele, de certa forma nunca pararam. “Qualquer empresa tem que fazer um evento, seja ele presencial ou virtual. As ações já estão ocorrendo e acredito que vai ser um recomeço bem legal. O Anhembi, por exemplo, que já era o maior centro de eventos da América Latina, vai passar por uma transformação. A prefeitura fez bem em conceder à iniciativa privada e para quem sabe mexer com eventos”, comenta.

Além do movimento de retorno dos eventos, o presidente do Grupo Arbaitman conta como o movimento do bleisure ­– termo que representa as viagens que unem lazer e negócios – já nasceu consolidado, mas se fortaleceu neste período de pandemia. “Os profissionais também ficaram sem poder viajar e em qualquer oportunidade, este viajante vai querer aproveitar e isso vai ampliar o número de viagens extraordinariamente”, afirma.

Este movimento também é estimado para o mercado internacional. “Acreditamos que os Estados Unidos vão reabrir em breve, mas somente ele não é o bastante. É preciso reabrir também Montevidéu, Punta del Este e Santiago, por exemplo”, conclui.

Deixe uma resposta