Easy Travel Shop comemora soft opening com mais de cem agências

A empresa vem aprendendo com o novo cenário as novas tendências do setor, como perfil de viajantes e preferências de destinos nacionais e internacionais

Easy Travel Shop
Equipe Easy Travel Shop

A Easy Travel Shop (ETS) comemora os primeiros resultados do soft opening, iniciado em 01 de outubro. A startup, agora sob a presidência de Michael Barkoczy, com mais de 40 anos de carreira no setor, e uma equipe de renome no cenário do turismo brasileiro, dá os primeiros passos em um momento de transformação e novas descobertas, e tem muito a comemorar: o turismo está se restabelecendo e já desperta o interesse de grande parte do público.

“O contato com os agentes de viagem está extremamente proveitoso. Eu e o Ary Xavier, nosso gerente de Vendas, iniciamos a operação do soft opening com cerca de 100 agências. No decorrer dos trabalhos, a resposta do mercado foi tão positiva que já estamos abrindo para mais agentes”, afirma Michael Barkoczy, presidente da Easy Travel Shop.

“Nosso soft opening termina dia 30 de outubro e já temos cadastradas em nossa plataforma mais de 700 agências de viagens”, comemora Ary Xavier. O período, além de ser uma adaptação da nova empresa ao mercado e vice-versa, também é importante para que os executivos entendam os novos rumos do turismo nessa nova etapa de vendas e ofereçam aos agentes de viagem todas as ferramentas necessárias para o êxito nas negociações.

Easy Travel Shop: Tendências de produto

No contato com os agentes de viagem por todo o Brasil, a ETS constata que a procura dos viajantes tem um desenho bem claro até o momento. Barkoczy destaca alguns comportamentos específicos que os agentes puderam observar durante esse período. “são clientes que estão voltando a procurar viagens, em sua maioria, nacionais, com o próprio veículo, viagens pelo Nordeste e Sul do Brasil e geralmente em família”, observa.

O tipo de viagem também chama a atenção. “São destinos naturais, como cachoeiras, fazendas, trilhas ecológicas e cavalgadas são os mais buscados, assim como as praias. Também há clientes que, ainda que em percentual menor, já procuram os passeios habituais de atrações e museus, mesmo que não sejam em lugar aberto. Apesar da ETS não comercializar hotelaria, conversando com os agentes, percebe-se que há ainda uma exigência maior na questão da hospedagem, o que é interessante observar: o modelo de apartamento duplo tem sido a preferência”, pontua o executivo.

Como destinos de maior interesse dos clientes, Bárbara Picolo, diretora de Produtos da Easy Travel Shop, destaca os tours de meio dia ou dia inteiro, com fácil acesso de carro, pelo estado de São Paulo. “A procura por Brotas, Juquitiba, Campos do Jordão entre outros, chama atenção até agora. Os perfis de público são compostos geralmente por casais, famílias com crianças e grupos de amigos que voltam a viajar”, afirma.

Os embarques já estão com tendência de aumento a cada dia que passa. Entre os destinos internacionais, chama atenção a busca pela região do Caribe. A Easy Travel Shop já trabalha o mapeamento destas experiências e, em breve, colocará à disposição na plataforma. “O Caribe oferece uma grande quantidade de programas ao ar livre”, enfatiza Bárbara.


Deixe uma resposta