Egito recebe 22 mil turistas brasileiros em 2018 e visa voo direto

Anualmente, o Egito recebe cerca de 11 milhões de turistas e tem como principais mercados emissores a Itália, Alemanha e a Rússia

0
Mohamed Elkhabit (Embaixada do Egito)
Mohamed Elkhabit (Embaixada do Egito)

O Egito está ganhando espaço no Brasil. O destino recebeu 22 mil brasileiros em 2018. Pode parecer pouco mas já mostra o resultado da participação do País no mercado brasileiro que, inclusive, poderá ganhar um voo direto a partir de uma grande capital em breve.

O crescimento do Egito entre os turistas brasileiros é contínuo. No primeiro semestre de 2018, o país africano havia registrado a entrada de 12 mil brasileiros, uma alta de 59% em relação ao mesmo período de 2017.

Anualmente, o Egito recebe cerca de 11 milhões de turistas e tem como principais mercados emissores a Itália, Alemanha e a Rússia. Dentre os eventos que deverão aquecer o turismo local estão a abertura do Grand Museum e a inauguração da Trilha da Sagrada Família.

Para promover o destino no Brasil, o Turismo do Egito tem participado das principais feiras no Brasil. Entre WTM Latin America, BNT Mercosul, Festuris, Aviesp, entre outras, o destino já passou por 10 feiras desde a Abav de 2018.

Por isso, o voo direto entre Brasil e Egito parece cada vez mais próximo de se concretizar, de acordo com Mohamed Elkhatib, Cônsul Comercial da embaixada do Egito no Brasil, que pontuou o valor que uma rota direta traria para o turismo entre os dois países.

“Estamos trabalhando para tornar o Brasil um dos nossos principais mercados, que tem o perfil de turista vibrante e animado que é muito próximo da cultura egípcia. Apesar do grande obstáculo ser a falta de uma rota direta, queremos trazer 50 mil viajantes ao Egito neste ano”, apontou.

“Estamos em conversas com a Latam que recentemente lançou uma rota direta para Tel Aviv (Israel), que fica no caminho para o Egito, e também estamos negociando com a Egypt Air”, adiantou Elkhatib.

Apesar de ainda não possuir voos diretos a partir do Brasil, o Egito conta com quatro aéreas que fazem a ponte em outros destinos da África com operações das companhias Emirates, Turkish Airlines, EgyptAir e Royal Air Maroc.


Leia Também:

Chicago lançou no Brasil o seu ano do espetáculo
Rio Grande do Norte investe no corporativo e expande malha aérea
Lummertz quer estradas com atrações e rentabilizar patrimônios públicos de São Paulo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here