Embraer decide voltar com atividades essenciais; confira

A maior parte dos colaboradores ficará em férias coletivas entre 1º e 9 de abril ou trabalhando de forma remota para garantir o atendimento em áreas críticas

Embraer

A Embraer informou, nesta segunda-feira (30), o retorno de operações consideradas essenciais para o setor aéreo no momento. O objetivo é reforçar a aviação no combate ao novo coronavírus (Covid-19), retomando atividades como apoio à operação dos clientes, manutenção e fabricação de aeronaves.

Com isso, a fabricante espera manter o transporte de suprimentos e profissionais da saúde, atendendo portadores da Covid-19 pelo País. Um grupo de trabalho da companhia também está dedicado a atuar em atividades de colaboração para aumentar a disponibilidade de equipamentos e soluções para o combate do vírus. A ajuda inclui fabricação de peças para a indústria de ventiladores e respiradores.

Os funcionários das frentes de atividades essenciais que puderem exercer o trabalho à distância permanecerão em suas residências. Para os colaboradores que não forem das áreas críticas, a Embraer vai conceder férias coletivas entre dia 1º e 9 de abril, com retorno previsto para 13 de abril.


Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui