Embraer e Boeing chegam a acordo sobre fusão

0

As fabricantes de aviões Embraer e Boeing anunciaram ontem (17) a aprovação para formar uma joint venture. A parceria é destinada a “acelerar o crescimento em mercados aeroespaciais globais”.

Segundo o comunicado divulgado pela empresa brasileira, os termos aprovados estabelecem à aviação comercial da Embraer e serviços associados no valor de aproximadamente US$ 5,25 bilhões. Assim, haverá a participação de 80% da Boeing e de 20% da Embraer.

“A parceria entre a Embraer e a Boeing vem ampliar o horizonte de mercados para as duas companhias. Especializada no desenvolvimento de aeronaves de menor porte, para voos regionais, a empresa brasileira vai permitir à Boeing acesso a esse disputado mercado”, avalia o especialista em fusões e aquisições, Robertson Emerenciano.

Reconhecimento brasileiro

Ainda segundo ele, trata-se de um acordo que impulsionará globalmente o reconhecimento à expertise brasileira nessa indústria. Portanto, abrindo oportunidades que devem capitalizar e desenvolver ainda mais a participação nacional nessa área.

“Porém é necessário que sejam considerados os aspectos operacionais dessa implantação. Para que efetivamente o interesse nacional e o desenvolvimento das tecnologias sejam alcançados”, afirma.

O acordo, porém, ainda depende da aprovação do governo federal. Este, por sua vez, apesar de não ser controlador da Embraer, possui a chamada “golden share”. Assim, o governo tem poder de aprovar ou de vetar o negócio, de acordo com o atendimento aos interesses nacionais.

Leia mais sobre Aviação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here