Embraer estabelece escritório na Hungria; entenda

O novo escritório expande os projetos de longo prazo e investimento em tecnologias confiáveis para aplicação em uso civil e militar

Jackson Schneider, Presidente e CEO da Embraer Defesa e Segurança, e Gáspár Maróth, Comissário do Governo para o Desenvolvimento da Defesa (Foto – Divulgação)
Jackson Schneider, Presidente e CEO da Embraer Defesa e Segurança, e Gáspár Maróth, Comissário do Governo para o Desenvolvimento da Defesa (Foto – Divulgação)

A Embraer anunciou a abertura de um escritório em Budapeste, capital da Hungria, nesta sexta-feira (27). O objetivo é fomentar a cooperação no país, a qual poderá resultar em novas iniciativas no âmbito de novas parcerias.

A iniciativa, que também cria um centro administrativo para o desenvolvimento de projetos na Europa Central e do Leste, faz parte da estratégia da Embraer de estabelecer novas parcerias em mercados selecionados.

Alguns dos principais aspectos dessa cooperação futura são os esforços de colaboração com novos parceiros, projetos de longo prazo e investimento em tecnologias confiáveis para aplicação em uso civil e militar.

“A Embraer deseja aumentar sua presença na Hungria e expandir nossa rede com expoentes de alta tecnologia húngaros e outras partes interessadas, com o objetivo de estabelecer uma cooperação bem estruturada com algumas das empresas mais qualificadas e inovadoras do país”, disse Jackson Schneider, Presidente e CEO da Embraer Defesa e Segurança.

“Esperamos expandir esta cooperação com atividades de engenharia e industriais entre a Embraer e o setor de defesa aeroespacial húngaro, que está em franca evolução”, disse Gáspár Maróth, Comissário do Governo para o Desenvolvimento da Defesa.

Deixe uma resposta