Embratur apoiará seminário internacional de Turismo de Fronteira

Por: Camila Oliveira

 

Representantes da Comissão turismo Brasil Sul (CTBS), que promove os atrativos turísticos do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso do Sul, estiveram na Embratur para debater o turismo de fronteira. Na ocasião, foi feito o convite para participação no 1º Seminário Internacional de Turismo de Fronteira, que acontecerá nos dias 11 e 12 de junho, em Foz do Iguaçu.

 

Dentre os objetivos do evento, que tem a Organização Mundial de Turismo (OMT) como participante, está a integração de cidades fronteiriças e a viabilização de uma agenda positiva de desenvolvimento do turismo de fronteira. A Embratur vai participar do Seminário e dos debates relacionados a promoção turística internacional do destinos brasileiros.

 

“Promover os roteiros do Sul de maneira integrada preocupando-se com o turismo de fronteira é uma forma inteligente de fomentar o fluxo de turistas estrangeiros”, destacou o chefe de gabinete da Embratur, Paulo Guilherme de Araújo. Para ele, a iniciativa é muito bem-vinda e está alinhada a meta de aumentar a presença de turistas dos países vizinhos para atingir um outro patamar na entrada de turistas internacionais. O diretor de Mercados Internacionais do Instituto, Marcelo Pedroso, também endossou o apoio a iniciativa. “Para que possamos chegar aos 10 milhões de turistas em 2020, precisamos reforçar o turismo intrarregional e alcançar a marca de 7 milhões de sul-americanos visitando o Brasil. Essa é a estratégia que o presidente Flávio Dino tem adotado”, reforçou.

 

Para a secretária de Turismo do Rio Grande do Sul, Abigail Pereira, é necessário que haja um investimento na promoção turística integrada dos estados do Sul do País. “Um percentual da verba descentralizada que a Embratur vai disponibilizar deveria ser destinada à promoção internacional dos roteiros integrados de nossos estados”, afirmou.

 

A presença conjunta em feiras internacionais foi destacada pelo secretário de Turismo do Paraná, Faisal Saleh. “A participação integrada valoriza a região sul do Brasil, além de atrair atenção também para cada estado em separado. Não somos concorrentes e sim parceiros na atração de turistas estrangeiros”.  Também estiveram na reunião o secretário de Turismo de Santa Catarina, Valdir Walendowisky e Maria Inês Amaral, da Fundação de Turismo do Mato Grosso do Sul.

 

CO

Deixe uma resposta