Embratur lança market place para integrar o trade com o mercado Internacional

0
A ferramenta foi apresentada em 1a mão para associados da Braztoa, na sede da entidade, em São Paulo

A Embratur apresentou nesta quinta (13) a nova plataforma online de market place digital B2B, onde empresas de turismo e destinos do Brasil podem se cadastrar e divulgarem seus serviços e produtos para buyers do mercado internacional, que também se cadastrarem na plataforma, que dispõe de tradução simultânea em português, inglês, espanhol e mandarim. A novidade está disponível no através do site oficial.

Dentro da plataforma, desenvolvida pela B2Brazil, cada empresa contará com um perfil online, semelhante às redes sociais, onde poderão detalhar tudo sobre o que podem oferecer aos estrangeiros. Os expositores precisam estar regularizados no Cadastur do Ministério do Turismo, devendo apenas preencherem alguns dados complementares e montarem a página.

Após o cadastro no Market Place, as empresas estarão expostas para os buyers estrangeiros que, ao procurarem por um serviço ou destino no buscador do site (semelhante ao Google), poderão encontrar aquelas de maior relevância para sua busca e informações de contato para firmar negócios.

Além disso, a ferramenta contará ainda com o Connect, uma solução de troca de mensagens entre empresas e compradores para facilitar a comunicação entre as partes interessadas.

“Estamos seguindo a tendência do mercado. Atualmente, 93% dos processos de compra começam com uma busca online, 30% dos compradores corporativos fazem mais da metade das suas compras online, eesse número deve chegar a 56% em três anos, e o mercado B2B na internet deve movimentar US$ 6,7 trilhões”, destacou o responsável pelo marketing digital da Embratur, Tiago Tomazella.

“As empresas precisam trabalhar seu perfil para aparecerem na plataforma e terem relevância. Por isso é importante expor tudo o que é oferecido e utilizar palavras-chave para aparecer no localizador. A tendência é que o turismo migre para o digital e movimente ainda mais a economia”, afirmou Alexandre Martins, da B2Brazil.

Confira mais notícias de Agências e Operadoras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here