Empresas aliadas aos ODS ganham destaque no Turismo

De acordo com Juliana Medaglia, professora da Universidade Federal do Paraná (UFPR), todos os segmentos podem se adaptar aos objetivos sustentáveis

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) são uma agenda mundial adotada durante a Cúpula das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável em setembro de 2015 composta por 17 objetivos e 169 metas a serem atingidos até 2030. No Turismo, todos os segmentos ligados ao setor encontram iniciativas que se enquadram dentro dos 17 ODS.

A afirmação é de Juliana Medaglia, professora do departamento do curso de turismo da Universidade Federal do Paraná (UFPR), que enfatiza que o turismo e os ODS estão intimamente ligados. “Quando um evento fornece junto com a inscrição/credencial um copo ou uma garrafinha de água, está ajudando a conscientizar a respeito do consumo responsável, por exemplo, ODS número 12. Hotéis que têm placas fotovoltaicas garantem economia financeira para o hotel e se enquadram no objetivo 7: energia limpa e acessível”, explica.

Especificamente no setor de eventos, muitas empresas alinhadas ao Pacto Global que realizam eventos procuram fornecedores que estejam também em concordância com os objetivos sustentáveis. Segundo Gabriela Ottoboni, analista de sustentabilidade do Sicredi União PR/SP – signatário do Pacto Global desde 2013 -, a preocupação com a sustentabilidade vai além das ações da própria empresa, visto que a contratação de fornecedores torna a empresa contratante corresponsável pelo impacto do serviço que fornecedor realiza.

“Temos construído estratégias de sustentabilidade, seja por meio do nosso negócio principal ou ações paralelas, caso de eventos. Como é a destinação de resíduos do fornecedor que eu vou contratar para realização do meu evento? Quais são as condições de trabalho que ele oferece aos seus colaboradores? Ele está atento aos mesmos pilares sociais e sustentáveis da minha empresa? Se eu contrato um fornecedor com algum tipo de irregularidade acabo me tornando corresponsável, porque o coloco na cadeia de produção. É muita gente envolvida na realização de um evento, como podemos potencializar o que tem de melhor e reduzir o que produz de ruim?”, indagou.

Segundo Gabriela, hoje ainda não há mercado para contratação somente de fornecedores alinhados aos objetivos sustentáveis, mas empresas que estão preocupadas com essa vertente saem na frente. “O mercado está cada vez mais crítico e rigoroso quanto a isso. Existe essa demanda vindo de grandes empresas, e os fornecedores que estão se atentando para isso vão se destacar e inclusive ver novos mercados”, disse.

Michael Tamura, vice-presidente para assuntos e Projetos Estratégicos do Maringá e Região Convention & Visitors Bureau e CEO da Agência VQV Eventos, afirma que esse é o momento em que as empresas de turismo podem aproveitar para trabalhar focado em ações voltadas aos ODS.

“Nesse período que estamos vivendo, temos tempo para trabalhar esse tipo de ação e sensibilizar as empresas do setor de turismo sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Grandes empresas já são signatárias do Pacto Global e consequentemente vão começar a trabalhar em cadeia, buscar projetos, empresas e fornecedores que também tenham como alinhamento ser signatário do Pacto Global para trabalhar em prol do desenvolvimento sustentável”, disse.  Segundo Tamura, Agencia VQV Eventos já está se organizando para ser signatário do Pacto Global. “Já estamos trabalhando com certificações, conivente com as ações do Pacto Global”, disse.

Expoingá e ODS

A Exposição Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Maringá (Expoingá), maior evento da cidade e uma das maiores feiras do segmento, está alinhada aos 17 objetivos. Além de fomentar o agronegócio, a Expoingá tem um forte caráter social, ambiental e educativo, e promove ações ligadas aos ODS em várias de suas atrações e projetos expostos durante a feira, com destaque para: arrecadação de alimentos, agasalhos e itens de higiene pessoal, recepção a grupos de idosos, educação para o trânsito, exames preventivos de saúde, cursos de qualificação, eventos técnicos, geração de emprego e renda, reciclagem do lixo e educação ambiental. Empenhada em contribuir e promover os ODS, a Expoingá trabalha para receber a certificação e ser signatária do Pacto Global da ONU.

‘Os ODS e os Desafios pós-pandemia para o Turismo’ foi tema de live promovida pela VQV Eventos nesta quarta-feira (20). Assista na íntegra:


Deixe uma resposta