Esfe: desintermediação será o maior fator de mudança para os eventos

Cristiane Prado, Diretora de Desenvolvimento Digital e Comunicação da Reed Exhibitions, durante palestra no Esfe
Cristiane Prado, Diretora de Desenvolvimento Digital e Comunicação da Reed Exhibitions, durante palestra no Esfe

Cada vez menos intermediários. Cristiane Prado, Diretora de Desenvolvimento Digital e Comunicação da Reed Exhibitions, ressaltou que o fim de intermediações será o fator maior mudança no mercado de feiras, movido pela digitalização dos meios.

Assim, conforme dito no talk da executiva da Reed durante o Esfe, exaltou as facilidades e mudanças geradas pela tecnologia. Por exemplo, a utilização de chatbots liga de maneira mais fácil consumidores e provedores de serviços.

Contudo, Cristiane apontou que, no atual cenário da digitalização, os organizadores e equipe ainda são insubstituíveis.

LEIA MAIS:

Esfe: feiras precisam agilizar montagem para gerar economia

Esfe: CEO da R1 dá dicas para liderar no atual mercado de eventos

14º Esfe tem início em São Paulo com o tema de “transformação”

“Nossa força pode estar onde a tecnologia não alcança. Com destaque para a promoção de experiências, possibilitar o olho no olho, influenciar mercados, passar aprendizado através de vivências, entre outros”, afirmou

A executiva também destacou como a era digital é volátil e pode mudar o mercado a todo momento. “O futuro não será mais uma continuação do presente. Não sabemos como ele se dará devido a era digital em que se vive. Por exemplo, o setor automotivo hoje está mais voltado para a mobilidade do que para o automóvel em si”, destacou Cristiane.

Leia mais sobre Feiras e Eventos.

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta