Espanha sediará 24ª Assembleia Geral da OMT com 500 representantes

A 24ª Assembleia Geral da Organização Mundial do Turismo (OMT) acontecerá entre os dias 1 a 3 de dezembro em Madrid, na Espanha

Espanha - Europa
(Foto: Daniel Prado/Unsplash)

Entre os dias 1 e 3 de dezembro, acontecerá a 24ª Assembleia Geral da Organização Mundial de Turismo (OMT), sediada em Madrid, Espanha. O encontro reunirá mais de 500 delegados do mundo todo, incluindo representantes de empresas privadas e da sociedade civil, além de ministros de Turismo de governos parceiros da agência das Nações Unidas.

O foco do evento e da Sessão de Plenário dos Membros Afiliados ao OMT será na análise de estratégias de recuperação do setor em um cenário pós-pandêmico, reforçando o levantamento de novas pautas como a sustentabilidade e inclusividade no cenário do turismo.

A assembleia também reforçará seu alinhamento com as prioridades da OMT, que pretende moldar o futuro através “da inovação, educação e turismo para o desenvolvimento rural”.

Ainda mais, será lançada sua nova iniciativa “Programa de Futuros Digitais para PMEs”, projetada para auxiliar negócios de turismo de pequeno porte a tomar vantagem de inovações modernas no mercado.

Além disso, os vencedores da primeira edição da iniciativa “Melhores Vilas de Turismo” serão anunciados, reconhecendo os principais exemplos de destinos rurais que abraçam o turismo como um pilar de oportunidades de crescimento, enquanto a Liga de Estudantes da OMT 2021 celebrarão o futuro do setor.

Zurab Pololikashvili, Secretário-Geral da organização, agradeceu ao governo da Espanha por hospedar o evento, no mesmo país onde fica a matriz da organização. “Frente as difíceis circunstâncias, a Espanha se ofereceu a hospedar essa importante Assembleia Geral, onde o turismo mundial se reunirá para projetar um futuro de prosperidade a esse setor como pilar crucial para o crescimento, a inclusividade e o oferecimento de oportunidades à todos”.

Por fim, Reyes Maroto, ministro da Indústria, Comércio e Turismo da Espanha, afirmou que será “uma honra ao país hospedar a Assembleia, em que a influência do turismo é tão importante.”

Deixe uma resposta