Espírito Santo premia vídeos de guiamento de turístico

O prazo para as inscrições termina no dia 14 de setembro. O produto final do concurso será utilizado na promoção do destino Espírito Santo

Espírito Santo
Pedra Azul, Domingos Martins (ES). Foto: Yuri Barichivich/ Setur-ES

Na última quinta-feira (30), foi publicado no Diário Oficial do Estado do Espírito Santo, o edital para a premiação de vídeos de guiamento turístico. A ação é parte do Plano de Retomada da Economia do Turismo e o investimento é de R$ 100 mil.

Os interessados devem realizar a inscrição até 14 de setembro, confira o edital. Poderão participar guias de turismo capixabas, ou radicados no Espírito Santo há pelo menos um ano que tenham cadastro regular como Guia de Turismo Regional do estado no Cadastur.

Serão premiados até 500 vídeos inscritos e aprovados pela Comissão de Seleção. Cada vídeo aprovado receberá o valor de R$ 200,00 e cada participante poderá apresentar para aprovação, no máximo, cinco vídeos de três a cinco minutos, podendo ser premiado por mais de um vídeo.

Os vídeos serão avaliados por uma comissão formada por cinco servidores do Governo do Estado: três representantes da Setur, um servidor da Rádio e Televisão do Espírito Santo (RTV/ES) e um servidor do Centro Estadual de Educação Técnica Vasco Coutinho.

Os vídeos deverão atender às seguintes especificações mínimas:

1.      a) O guia de turismo deverá estar portando, obrigatoriamente, a credencial de Guia de Turismo, válida e visível;
2.      b) Poderá ser gravado, inclusive, com a câmera do celular;
3.      c) Cada vídeo deverá ter duração mínima de 03 (três) minutos e máxima de 05 (cinco) minutos;
4.      d) O conteúdo deve ter sido gravado especificamente para este edital;
5.      e) O conteúdo deve ser gravado na horizontal;
6.      f) A gravação deve ser, preferencialmente, única e sem cortes;
7.      g) Deve ser observado o cuidado ao filmar o atrativo para que não haja captura de imagem e voz de terceiros;
8.      h) Os vídeos deverão ser entregues em qualidade Full HD, nos formatos .avi, .mov, MPG4 e etc, com resolução mínima de 1.920×1.080 megapixels;
9.      i) O guia de turismo deverá aparecer e se apresentar no vídeo, discorrendo de forma breve o seu nome, não havendo necessidade de aparecer durante todo o período de filmagem;
10.  j) Deverá ter observância às regras de comportamento pertinentes à realização do serviço de Guia de Turismo, conforme disposto na Portaria MTur N° 27/2014;
11.  k) É terminantemente proibida a apresentação que tenha posicionamento cujo teor tenha cunho racista, xenófobo, sexista ou qualquer forma de preconceitos ou estimulem a violência;
12.  I) É vedado o uso de imagem e voz de menores de 18 (dezoito) anos nos materiais produzidos, em atenção ao Estatuto da Criança e do Adolescente.

Deixe uma resposta