Estados Unidos oferecem assistência de R$ 5 milhões ao Brasil

O investimento será usado para incentivar investimentos no setor privados, a fim de mitigar impactos socioeconômicos causados pela pandemia

Os Estados Unidos estão fornecendo um novo fundo para apoio econômico de US$ 950 mil (aproximadamente R$ 5,21 milhões) para incentivar investimentos do setor privado na mitigação dos impactos, não relacionados à saúde, da covid-19 nas populações urbanas e rurais vulneráveis do Brasil, com foco na região amazônica.

Essa assistência faz parte do investimento anterior dos EUA no Brasil, que totaliza mais de US$ 617 milhões nos últimos 20 anos, incluindo quase US$ 103 milhões em saúde. Esse fundo será coordenado pela Agência dos EUA para o Desenvolvimento Internacional (USAID) por meio de parceiros do setor privado e da sociedade civil e em coordenação com o governo brasileiro.

“Esta iniciativa ajudará os esforços do Brasil para mitigar o impacto socioeconômico e de saúde da COVID-19 e demonstra claramente nosso compromisso de longa data com nossa parceria estratégica com o Brasil”, declarou Todd Chapman, embaixador.

Meses combatendo essa pandemia no país e exterior, os EUA continuam a ser o maior doador para os esforços de resposta a nível mundial da covid-19. Além disso, continuarão a discutir e empenhar em trabalhar com o Brasil para melhorar a vida de nossos cidadãos e buscar maneiras de ajudar outras pessoas na região e combater a doença.


Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui