EUA encerram restrições para brasileiros vacinados a partir de novembro

A decisão dos EUA é válida para todos os países, mas ainda assim existe a exigência do teste com resultado negativo para Covid-19 feito até três dias antes do embarque

EUA - Estados Unidos
O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden

Em decisão válida para todos países estrangeiros a partir de novembro, incluindo o Brasil, os EUA anunciam a suspensão das restrições para entrada de viajantes totalmente vacinados (duas doses ou dose única). A informação foi divulgada nesta segunda-feira (20) pelo presidente norte-americano Joe Biden.

Apesar de indicar a flexibilização para o começo de novembro, o comunicado da Casa Branca não cita data específica. O governo indica ainda que os turistas deverão apresentar um comprovante de vacinação.

Hoje, a entrada de turistas internacionais está limitada à certas nações, bem como a obrigatoriedade de quarentena em países vizinhos.

Regras para entrar nos EUA

Para a data de abertura em diante, a lista de imunizantes aceitos pelo Center for Disease Control and Prevention (CDC), traduzido em português como Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, ainda não foi divulgada.

Nos moldes atuais, o órgão de controle estadunidense aceita vacinados por Pfizer, Moderna e Janssen (dose única). Todas, no entanto, precisam ter sido tomadas até duas semanas antes da viagem.

Além disso, o regulamento do CDC também valida vacinas que a Organização Mundial de Saúde (OMS) considerou para uso emergencial – caso de Oxford/Astrazeneca e Coronavac. O site, no entanto, ainda não fala de outro imunizante além do primeiro citado.

US Travel comemora abertura

Roger Dow, presidente e CEO da US Travel Association, celebrou o anúncio destacando os impactos na economia americana. “Foi uma crise como nunca havíamos visto antes. Estamos muito contentes com a reabertura e, finalmente, voltaremos a ter um impacto positivo de bilhões de dólares por ano que os viajantes internacionais injetam na economia dos Estados Unidos”, destacou.

Deixe uma resposta