Eventos e agenda cultural registram aumento em Belo Horizonte

De acordo com o Calendário de Eventos da Belotur, Belo Horizonte registra crescimento no número de eventos sediados e na oferta de atividades culturais. Em agosto deste ano, foram realizados 141 eventos na capital mineira, um acréscimo de 33% em relação ao mesmo mês do ano anterior, quando a cidade recebeu 106 eventos. Os dados são do Observatório do Turismo de Belo Horizonte, edição de agosto, divulgado esta semana pela Belotur.

Dentre os 141 eventos que aconteceram em Belo Horizonte, destacam-se a 9ª Feira de Agricultura Familiar de Minas Gerais (AgriMinas), a 12º Feira de Sport, Fitness & Saúde (ENAF BH), a 3ª Feira da Indústria de Autopeças e Reparação Automotiva (MinasParts), a Casa Cor Minas Gerais, o Seminário Internacional de Acessibilidade na Mobilidade Urbana e o Seminário Internacional Relações Étnico-Raciais e Diversidade Sociocultural em Países de Língua Portuguesa.

Quando analisados os números da Agenda Cultural de Belo Horizonte, foram registradas 1.358 atividades culturais durante o mês de agosto de 2015, com aumento de 14,4%, no comparativo com mesmo período do ano anterior, quando foram contabilizadas 1.158 atividades relacionadas a cinema, circos, oficinas, danças, esportes, exposições, gastronomia, palestras, debates e literatura, shows e festas, religiosos, teatros, dentre outros.

Todos os eventos e a agenda cultural da cidade são catalogados pelo departamento de Informações Turísticas da Belotur.

Hotelaria

O caderno revela, ainda, dados do setor hoteleiro. Em agosto, a taxa média de ocupação hoteleira foi 5,86% menor em relação a julho (55,04% em julho, contra 51,69% em agosto), mas o faturamento líquido do setor (faturamento líquido = valor da diária – custo por unidade) apresentou crescimento de 8,25% em comparação com julho, com a diária média chegando a R$ 195,72. Os números integram a “Cesta Competitiva” que abriga informações diárias de cerca de 40 hotéis da capital, filiados à ABIH-MG (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis).

Para o presidente da Belotur, Mauro Werkema, os números demonstram a vitalidade do setor turístico na capital, impulsionada pelo turismo de negócios e eventos, além da vasta programação cultural que a cidade oferece aos moradores e visitantes. “O turismo configura-se como um segmento importante no enfrentamento da crise econômica, que atinge importantes segmentos. Tendo em vista a alta do dólar, estamos intensificando nossas ações de promoção e captação do turista doméstico, não apenas com foco no turismo de eventos e negócios, mas também com diversificada oferta cultural, atrativos e novos roteiros”, disse Werkema. Na última semana a Empresa Municipal de Turismo lançou, para os agentes de viagens do Brasil e América Latina, 12 roteiros turísticos, contemplando os principais atrativos da capital mineira e destinos do entorno.

 

FA

Deixe uma resposta