Extrema preocupação de italianos quanto à covid-19 cai 14%

De acordo com a Globaldata, essa perspectiva pode sofrer alterações com a abertura de fronteiras para viagens internacionais

A Itália vem retornando gradualmente às suas operações. De acordo com a Globaldata, o número de italianos que estão “extremamente preocupados” caiu 14%. Contudo, a empresa de análise declara que essa perspectiva pode mudar conforme o país abre suas fronteiras para turistas internacionais.

“Assim como os italianos começaram a ficar menos preocupados com o surto de covid-19, essa reabertura das fronteiras poderia reacender a apreensão em torno de um segundo pico na taxa de infecção nacional. Reassegurar fluxos de turismo de entrada de outros países europeus inegavelmente aumenta a chance de as taxas de infecção aumentarem mais uma vez”, declara Ralph Hollister, analista de viagens e turismo da Globaldata.

As viagens são realizadas principalmente de março a maio e entre setembro e outubro No ano passado, por exemplo, a Gobaldata notou um crescimento de 4,5 milhões de viagens domésticas de saídas.

“Muitos precisarão começar a negociar o mais rápido possível para se manter à tona. É evidente que o governo italiano está preso entre uma rocha e um lugar duro. A economia do país não pode continuar em seu caminho de rápido declínio. Reiniciar seu setor de turismo é visto como um ponto-chave para começar, a fim de estimular o crescimento econômico”, conclui Hollister.


Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui