Fanato comemora dez anos e promove festa no Estádio do Pacaembu (SP)

O encontro foi a oportunidade de reunir clientes e fornecedores, que puderam aproveitar de bate-papo com Amyr Klink, velejador e escritor

0

O grupo Fanato comemorou, na última terça-feira (8), dez anos de fundação. A celebração ocorreu na sala Jogo de Corpo, no Museu do Futebol, no Estádio do Pacaembu, na capital paulista. Raphael Santana, CEO e fundador da empresa, explica que a escolha do local do evento está exclusivamente ligada ao DNA da empresa.

“Fomos os pioneiros no País a oferecer viagens completas com essa temática. Nesse marco tão importante, queríamos também reviver algumas das muitas histórias que nos trouxeram até aqui. Quer lugar melhor para juntar esporte e histórias que um museu dentro de um estádio de futebol?”, comenta Santana.


LEIA MAIS:Fanato promove visita aos bastidores dos maiores estúdios de HollywoodViagem na Esportiva: conheça o mercado e as tendências do nicho
+ Conheça as principais atrações de Bariloche durante o Outono

A festa contou com a presença de cliente e fornecedores, bem como de Amyr Klink, velejador e escritor. Em bate-papo com o CEO, o assunto foi histórias de viagens. O aventureiro, que cruzou o Atlântico remando, sozinho, durante 101 dias, e fez expedições pela Antártida, falou sobre a necessidade de vivermos nossas próprias experiências de viagens.

Bate-papo entre Raphael Santana, CEO e fundador da Fanato, com Amy Klink, escritor e velejador

“Eu descobri que têm duas maneiras de viajar: Aquele que viaja, compra uma passagem, escolhe um destino, paga e vai. Ele vai ser sempre um passageiro. Mas tem um outro tipo de viajante, aquele que escolhe os meios, a hora de ir embora e o tempo de permanência, esse é o condutor. Eu decidi que eu queria ser o condutor, e o trabalho que a Fanato faz, de certa maneira, é tornar todos os seus clientes condutores” explica Klink.

O convidado também falou sobre a satisfação de superar desafios e que, para ele, a realização não está somente em chegar ao final do destino, mas que todo o caminho e suas vivências são importantes. O velejador também tirou dúvidas do público presente sobre como construiu seus próprios barcos e se preparou para essas aventuras.

Santana, por sua vez, falou sobre os planos da empresa para o futuro. “Vamos continuar buscando, cada vez mais, oferecer experiências únicas para nossos clientes e ajudando esses viajantes a escreverem suas próprias histórias pelo mundo. O mercado de incentivo brasileiro ainda tem muito potencial de crescimento e esperamos contribuir com esse desenvolvimento” complementa.


Leia também:
– Viagens de incentivo: tendência resulta em lucro e procura cresce 22%
– Dicas para escolher a melhor hospedagem numa viagem de incentivo
Travel Ace mantém apoio ao esporte e renova parceria com CBV

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here