FBHA participa do Conotel 2012

Por: Camila Oliveira

 

Uma hotelaria mais competitiva internacionalmente, com custos reduzidos para compensar o câmbio adverso e com mão de obra mais preparada. Esta é a receita da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA) para a “Hotelaria que queremos”, tema da edição do Conotel 2012. “Custos menores aumentariam o número de visitantes estrangeiros. Também gostaríamos da maior participação de bandeiras estrangeiras, com mais tecnologia e melhores ferramentas de gestão e de eficiência energética”, afirma o presidente da entidade, Alexandre Sampaio.

 

A maior preocupação da FBHA, que será amplamente discutida no Conotel, é em relação às grandes expectativas geradas pelas medidas que o Governo Federal pretende tomar sobre a carga tributária do segmento. Desonerar a hotelaria nacional é fundamental para o País no momento em que sedia tantos eventos e tem como objetivo dobrar o número de visitantes estrangeiros até 2017. “Precisamos ser mais competitivos que nossos concorrentes”, enfatiza Sampaio.

 

O executivo participa como moderador da primeira grade do evento, que tem como tema “Brasil como ambiente macroeconômico para aceleração do turismo” e liderará encontros de caráter privado realizados em seu estande. Além Sampaio, é anfitrião do espaço da FBHA o diretor e presidente do Sindicato dos Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares de Mato Grosso, Luiz Carlos Nigro.

 

Também no espaço, haverá apresentação de projetos de eficiência energética. Um novo parceiro da federação será apresentado ao mercado: a empresa especializada em películas de proteção térmica de ambientes Solutia. É compromisso da FBHA multiplicar entre seus associados e representados práticas sustentáveis.

 

O presidente acredita que o Conotel esteja, na edição de 2012, fechando mais um ciclo. No próximo ano, em função da transferência da Feira das Américas para São Paulo, o congresso da hotelaria volte a ser realizado no Rio de Janeiro.

 

CO

Deixe uma resposta