Festival de verão quer reposicionar Petrópolis (RJ) como destino de veraneio com shows de música

0
Praça da Águia - Local do Festival de Verão

Lá pelo século 19, quando as temperaturas começavam a aumentar no Rio de Janeiro, D. Pedro II e sua família subiam a serra para fugir do calor e aproveitar o clima ameno da Cidade Imperial. Suas prolongadas temporadas em Petrópolis criaram o costume da prática de veraneio, que foi seguida por presidentes e importantes políticos da República. Com o objetivo de fazer com que o município volte a ser tão movimentada neste período e não mais perca espaço para as regiões de praia, nasce o Petrópolis In Concert, um festival de verão que vai trazer grandes shows, como Cidade Negra, Paulinho Moska, Danilo Caymmi e Onze:20, entre os dias 25 e 28 de janeiro.

O palco da festa será a Praça Visconde de Mauá (Praça da Águia), no Centro Histórico, bem em frente ao Museu Imperial, onde a realeza também costumava promover suas grandes festas durante a estadia em Petrópolis. Toda programação é gratuita e, além das atrações musicais, food trucks também completarão o espaço. A expectativa é receber 10 mil pessoas durante os quatro dias de evento.

“Petrópolis é uma cidade que respira cultura. E estamos trabalhando para que o setor ganhe cada vez mais destaque na cidade. Janeiro é um mês de pouco movimentado no município, então estamos criando atrativos para manter os visitantes aqui e também é uma forma de trazer movimentos culturais para os próprios petropolitanos. Queremos resgatar essa tradição de D. Pedro II”, destaca o diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes, Leonardo Randolfo.

O encerramento, no dia 28, será uma homenagem ao samba. Além de uma extensa programação com samba de roda, show de pagode e encontro de blocos, o público ainda será brindado com uma apresentação da escola de samba Estação Primeira de Mangueira, do grupo especial do Carnaval do Rio.

Toda programação do evento também dá espaço aos artistas e bandas locais, de diferentes estilos musicais, como rock e MPB.

Programação vai do rock ao samba

As atrações do evento prometem agradar a todos os gostos, já que vão do rock ao samba passando por muita música popular brasileira. A festa começa na quinta-feira (25.01), com show da banda Tokaia, às 18h. Em seguida, às 20h, quem sobe ao palco é Paulinho Moska, com mais de 20 anos de carreira, o cantor e compositor carioca traz todo seu estilo singular para o palco da festa. Na sexta-feira (26.01), Gargamel Trio se apresenta às 19h, abrindo o show da banda Cidade Negra, às 21h. Considerada uma das melhores bandas de reggae do país, o grupo liderado por Toni Garrido, também traz influencias do soul e do pop rock.

No sábado (27.01), a programação começa cedo, às 13h com o show da banda Plataforma 16. Em seguida, às 15h, quem se apresenta é Dudu King e às 17h, Gus Monsanto sobe ao palco. Já às 18h30, será a vez do instrumentista Leo Gandelman, que vai do pop à música clássica. Às 20h, outro grande nome da música popular, Danilo Caymmi, se apresenta no festival. Quem fecha a noite é a banda Onze 20, às 22h. A banda de Juiz de Fora, em Minas Gerais, traz o seu estilo único de fazer reggae.

Domingo (28.01), o dia será dedicado ao samba. A festa começa com um samba de roda, com o grupo Roda do Pagodinho, às 14h na Praça da Inconfidência. Lá também acontece um encontro de blocos com blocos de Carnaval da cidade. Às 15h, a banda Taruíra sobe ao palco na Praça da Águia. Logo depois, às 16h30, será a vez do grupo Magia Tropical. Já às 18h, o grupo de pagode Pique Novo leva para o público o melhor de sua trajetória de mais de 20 anos. O festival será encerrado com uma apresentação especial da escola de samba Estação Primeira de Mangueira, às 20h.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here