Filipinas registra crescimento de brasileiros e contrata representação no Brasil

0
Marcelo Kaiser (Aviareps) entre Grace La Rosa e Karem E. Miranda (TPB Philippines)

A Aviareps organizou um evento para oficializar a representação das Filipinas no Brasil. A partir de hoje, a agência de Marcelo Kaiser passa a ser o contato principal para os profissionais do trade brasileiro que tenham interesse no país que vem despontando no ranking de interesse de turistas de todo o mundo.

Por aqui, o panorama não é diferente. Segundo Karem E. Miranda, executiva da Tourism Promotions Board (TPB) Philippines, o aumento do número de turistas brasileiros motivou a busca pela representação. O crescimento registrado na comparação entre 2016 e 2017 foi de 35%, com 6 mil viajantes do País desembarcando em Manila, capital das Filipinas e principal portão de entrada. “Nossa meta é manter o crescimento na casa dos dois dígitos”, resumiu Karem.

O evento reuniu cerca de 20 profissionais de operadoras e agências brasileiras que já trabalham com o destino para apresentar os destaques em termos de atrativos e pontuar as novidades previstas em termos de infraestrutura. “A ideia é facilitar o trabalho de desenvolvimento de pacotes, tanto para lazer, quanto para o segmento Mice; além de sinalizar novas oportunidades”, explicou Kaiser.

A começar pela boa relação custo-benefício proporcionada pelo país do sudeste asiático, item que foi reforçado na apresentação feita por Karem. Ela enfatizou a variedade na oferta de acomodações – que permite a criação de pacotes para diferentes perfis de viajantes – e destacou a vantagem cambial para brasileiros. Na cotação de hoje, um peso filipino equivale a R$ 0,076. “Uma garrafa de cerveja custa menos de US$ 1 e uma massagem pode ser feita com menos de US$ 10”, informou a executiva.

Em termos de atrativos, Karem explicou que o arquipélago composto por 7.107 ilhas oferece uma mescla de história, cultura e rica biodiversidade, acompanhada pela hospitalidade característica da população local. As características geográficas fazem do destino um destaque mundial para mergulhadores. Por lá, vivem 2 mil espécies de peixes e 400 quilômetros de barreiras de corais, além de 25 navios naufragados.

No quesito acomodação, a executiva informou que o país insular tem projetos em andamento para a construção de 25 novos hotéis que irão totalizar 7 mil novos apartamentos nos próximos três anos. Mais da metade deles será disponibilizado ainda em 2018, quando 3.700 mil novos quartos serão ofertados.

Até o final de 2019, dois novos centros de convenções serão abertos, o que expande as possibilidades para organizadores de convenções. O TPB Philippines oferece uma série de vantagens para participantes de congressos a partir de 50 participantes que varia de acordo com o porte do evento. “O suporte vale para o período anterior ao evento, ocorre durante o evento e se estende para o pós-evento também”, reforçou.

Hoje os maiores emissores para as Filipinas são Coreia, China e Estados Unidos. Em seguida vêm Japão e Austrália. Em 2017, o país recebeu 6,6 milhões de viajantes internacionais, segundo dados da Organização Mundial do Turismo (OMT/UNTWO). É a primeira vez que o país asiático investe em uma representação para a América Latina. As próximas ações consistem em treinamentos pelo Brasil e, segundo Karem, o órgão de promoção irá participar da WTM Latin America 2019.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here