FIT Pantanal foi lançada na 43ª Abav Expo

A Feira Internacional de Turismo do Pantanal-FIT, promovida pelo Sindicato das Empresas de Turismo de Mato Grosso/Sindetur, através do trade turístico e o Governo do Estado, conta com o apoio do Ministério do Turismo, Embratur e de outras entidades. O evento será realizado em Cuiabá, no período de 20 a 24 de abril de 2016, no Centro de Eventos do Pantanal.

A FIT foi lançada no último dia 24 durante a 43ª Expo Internacional de Turismo, da Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav), no Parque do Anhembi, em São Paulo. No lançamento, compareceram o secretário de Politica Nacional do Ministério do Turismo, Júnior Coimbra; presidente da Embratur, Vinicius Lumitis; presidente da ABAV nacional, Antonio Azevedo; presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação, Alexandre Sampaio, além do presidente do Sindetur-MT, Oiran Gutierrez e o presidente da ABAV-MT, Joari Proença.

O secretário Nacional de Política do Ministério do Turismo, Júnior Coimbra, enalteceu o potencial econômico de Mato Grosso com o agronegócio e disse que o estado tem um potencial turístico gigantesco que deve avançar ainda mais com as ações políticas. Na sua avaliação, se deve priorizar a preservação, pois este é o caminho do turismo no Brasil. “Estamos mostrando ao mundo que preservamos para as futuras gerações.  É a contribuição que damos ao nosso País”, disse.

O presidente da Embratur, Vinicius Lumitis, frisou que entre as bandeiras da instituição, está o incentivo ao desenvolvimento sustentável. Ele ressaltou que é preciso ter coragem para enfrentar os desafios para avançar no crescimento do turismo em todas as regiões. Ao garantir que  estará em Cuiabá, na feira do Pantanal, disse que o evento marcará as ações. “A FIT será de suma importância para marcar o turismo da região Centro-Oeste”, afirmou.

O secretário Adjunto de Turismo do Estado, Luís Carlos Nigro, agradeceu a oportunidade de lançar o evento na ABAV e, na ocasião, ressaltou o apoio do governador, Pedro Taques e do secretário de Desenvolvimento Econômico, Seneri Paludo.  Ele explicou que a FIT será o mais importante evento do setor da região Centro Oeste e da Amazônia Legal. “Através da Feira do Pantanal, Mato Grosso, busca a abertura para o pacífico e a integração com  outros estados, abrindo novos corredores turísticos com produtos e oportunidades. Mato Grosso tem muito o que oferecer aos turistas”, garantiu.

Na opinião do presidente do Sindicato das Empresas de Turismo de Mato Grosso, Oiran Gutierrez, é essencial integrar as forças do turismo para gerar resultados. O objetivo é promover a comercialização de produtos e a divulgação dos destinos turísticos de Mato Grosso.  “Não temos dúvida, que a feira será uma grande oportunidade para apresentar as ações de desenvolvimento sustentável e também para promover o Pantanal, Cerrado, Amazônia, o Araguaia e as demais regiões em roteiros integrados”, explicou.

Durante a FIT em Cuiabá, serão apresentados os produtos associados ao turismo, que apresentam Mato Grosso como um estado diferenciado. No mesmo espaço, uma mostra do potencial do agronegócio, o turismo tecnológico; aventura; contemplação e o turismo de eventos, além da gastronomia, artesanato regional e as manifestações culturais.

Outra bandeira é a internacionalização do aeroporto Marechal Rondon. O trade turístico de Mato Grosso luta pelo retorno do vôo entre Cuiabá e Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, que com menos de duas horas e sem escalas, possibilita a conexão com os vários países. Durante a Copa do Mundo em Cuiabá, o aeroporto Marechal Rondon operou em caráter provisório com diversos vôos internacionais.  

O trade turístico também busca alternativas para incentivar o turismo de negócios, visando a ocupação hoteleira. Mato Grosso dispõe de 16 mil leitos e atualmente tem uma taxa de ocupação em torno de 40%. No ano passado o setor tinha 75% de ocupação. Com a realização do Mundial, a rede hoteleira foi ampliada com a reforma e construção de novos empreendimentos.

 

FA

Deixe uma resposta